a carregar...

CLP

Centro de Literatura Portuguesa

Arquivo





1. Grupos 2008-2013

Imagem - Grupo Literatura Portuguesa

Maria Helena Vieira da Silva, A Biblioteca em Fogo (1974). © Centro de Arte Moderna, Fundação Calouste Gulbenkian.



Grupo "Literatura Portuguesa" (2010-2013)

Coordenadora: Maria Helena Santana

Este Grupo terá por foco essencial o estudo da Literatura portuguesa enquanto realidade patrimonial e enquanto atividade viva, suscetível de pesquisa e de ensino. Nesse sentido, para além de programas de pesquisa de carácter pontual, ganham relevo os projetos de edição crítica de alguns dos autores centrais do cânone literário português como Eça de Queirós ou Almeida Garrett e a edição de monografias sistemáticas consagradas aos principais autores da Literatura Portuguesa.

Paralelamente, desenvolver-se-ão projetos centrados no ensino da Literatura, desde o Básico e o Secundário até à Universidade, corporizados em edições de apoio confiadas a especialistas e num programa de pós-graduação, empenhado em articular a Investigação e o Ensino das Literaturas de Língua Portuguesa.

Num outro plano, o Grupo promoverá ações de formação e divulgação junto de públicos escolares ou junto do grande público, tendo por base a celebração de efemérides, a apresentação de livros ou o debate com a presença de escritores e outros agentes do mundo literário.

Projetos do Grupo de Investigação “Literatura Portuguesa”

Edição Crítica das Obras de Eça de Queirós
Edição Crítica das Obras de Almeida Garrett
Figuras da Ficção
Biblioteca Lusitana
Cânone
10 Paixões em Forma de Romance

 

Investigadores do Grupo de Investigação “Literatura Portuguesa”

Adriano Milho Cordeiro
Albano António Cabral Figueiredo
Amélia Maria Loureiro Correia
Ana Cristina Rui Lopes de Almeida
Ana Maria e Silva Machado
Ana María García Martín
Ana Paula dos Santos Duarte Arnaut
Ana Teresa Fernandes Peixinho de Cristo
Ángel Marcos de Dios
António Apolinário Caetano da Silva Lourenço
Carlos António Alves dos Reis
Cristina Maria da Silva Robalo Cordeiro
Elsa Maria Branco da Silva
Erik Van Achter
Fernando Augusto Machado
Irene Maria Leandro Rodrigues Fialho
Isabel Maria Cabral Teles dos Santos Lopes Delgado
Joaquim Jorge Carvalho
José Augusto Cardoso Bernardes
José Carlos Seabra Pereira
Juan M. Carrasco González
Mafalda Ferin da Cunha
Maria Bochicchio
Maria Cristina de Almeida Mello [DeGóis]
Maria de Jesus Quintas Reis Cabral
Maria do Céu Amaral Fortes de Fraga Amaral
Maria do Rosário Cunha Duarte
Maria do Rosário Ferreira
Maria Helena Jacinto Santana [DeGóis]
Maria João Albuquerque Figueiredo Simões [DeGóis]
Maria Luiza Nóbrega
Maria Luisa Rodrigues de Carvalho Branco
María Rosa Alvarez-Sellers
Marisa das Neves Henriques
Ofélia Milheiro Caldas Paiva Monteiro
Osvaldo Manuel Alves Pereira Silvestre
Paulo Jorge Silva Pereira
Pedro Balaus Custódio
Pedro Emanuel Rosa Grincho Serra
Perfecto Cuadrado Fernández
Rita Maria da Silva Marnoto
Rosa Maria Baptista Goulart
Rui Afonso Mateus
Sara Manuela Ribeiro Martins Augusto
Sérgio Nazar David

  
  
Imagem - Grupo Literatura sem Fronteiras

Júlio Pomar, D. Quixote. © Centro de Arte Manuel de Brito.



Grupo "Literatura sem Fronteiras" (2007-2013)

Coordenador: António Apolinário Lourenço

O Grupo “Literatura sem Fronteiras” assumirá como tarefas prioritárias a investigação centrada nas literaturas nacionais mais próximas da portuguesa, nomeadamente as literaturas dos países lusófonos e dos países românicos, e o estudo das relações da literatura com as restantes artes (as artes plásticas, o cinema, o teatro, a música) e com as novas tecnologias e os novos média.

Na realidade, ainda que o CLP seja prioritariamente um Centro de Investigação na área da literatura portuguesa, tem também revelado, desde o seu nascimento, uma clara predisposição para o diálogo intercultural, não podendo, por conseguinte, alhear-se das manifestações do fenómeno literário noutros países, desde logo naqueles que se expressam literariamente em português, mas também nos que utilizam outros idiomas mais próximos ou mais afastados.

Sem deixar, pois, de reconhecer pertinência a uma noção tão patrimonial nos estudos literários, e sobretudo na história literária, como a de literatura nacional, o grupo adotará preferencialmente uma perspetiva comparatista, a mais adequada para tentar responder às dinâmicas linguísticas, literárias e culturais da globalização, tendendo a trabalhar com unidades superiores à da literatura nacional – desde logo, e para começar, com as «literaturas de língua portuguesa». Com toda a naturalidade, o seu âmbito de estudo abrangerá ainda a relação das literaturas e culturas de língua portuguesa com as literaturas e culturas de qualquer outra área idiomática.
Com a constituição deste grupo de investigação pretende-se, assim, dar maior coerência orgânica a essa vocação intercultural e interdisciplinar, que já figurava como um dos objetivos fundamentais do Centro de Literatura Portuguesa no momento da sua fundação.

Constituirá também matéria de reflexão do grupo a interação entre literatura e sociedade, estando previstas atividades associadas a essa linha de ação, envolvendo, nomeadamente, publicações relacionadas com as formas de representação da realidade social na literatura da época contemporânea. Intimamente associada a esta reflexão, o grupo ocupar-se-á também de questões relacionadas com a difusão social da literatura, particularmente da portuguesa, dando especial atenção ao público escolar, mas sem esquecer todos os outros públicos a que a literatura se dirige.

Projetos do Grupo de Investigação “Literatura sem Fronteiras”

Imagotipos Literários: Processos de (Des)Configuração na Imagologia Literária
Depois do Fim
O Naturalismo Revisitado
Literatura, Espaço, Cartografias
O Desejo de Ser: João-Maria Vilanova, Poeta Angolano
Século de Ouro

 

Investigadores do Grupo de Investigação "Literatura sem Fronteiras"

Researchers in the Group (Ph.D. Only)

Abílio Manuel Hernandez Ventura Cardoso
Alberto Sismondini
Ana Maria e Silva Machado
Ana Paula dos Santos Duarte Arnaut
António Apolinário Caetano da Silva Lourenço
Elsa Maria Branco da Silva
Fernando Matos de Oliveira
João da Costa Domingues
José Augusto Cardoso Bernardes
José Luís Pires Laranjeira
Manuel José de Freitas Portela
Maria Cristina de Almeida Mello [DeGóis]
Maria do Rosário Cunha Duarte
Maria João Albuquerque Figueiredo Simões [DeGóis]
Maria Luisa Rodrigues de Carvalho Branco
Ofélia Milheiro Caldas Paiva Monteiro
Osvaldo Manuel Alves Pereira Silvestre
Pedro Balaus Custódio
Pedro Emanuel Rosa Grincho Serra

Other Researchers in the Group (Ph.D. Only)

Albano António Cabral Figueiredo
Alexia Dotras Bravo
Ana María García Martín
Ángel Marcos de Dios
Belinda Teixeira Vieira
Juan M. Carrasco González
Lola Geraldes Xavier
Maria Aparecida Ribeiro
Rui Manuel Bebiano do Nascimento

Other Researchers in the Group (non Ph.D.)

Adriano Milho Cordeiro
Heloísa Maria Freire de Oliveira Cordeiro
Paulo Jorge Pedrosa Santos Gomes

  
  
Imagem - Grupo Poéticas

Paula Rego, Crianças e suas histórias (1989). Gravura. © Casa das Histórias Paula Rego.



Grupo "Poéticas" (2004-2013)

Coordenadora: Marta Teixeira Anacleto

Os objetivos essenciais do grupo Poéticas decorrem da transversalidade que assume, no âmbito de um Centro de investigação sobre a Literatura Portuguesa, e pautam-se por uma abordagem teorética (teoria literária, literatura e poética comparadas) que acolhe propostas de investigação em áreas diversas mas epistemologicamente interdependentes. Pretende-se aprofundar modalidades de expressão e formas de significação da literatura portuguesa num período cronológico vasto, através de uma reflexão sistematizada em torno de conceitos-chave do domínio da teoria literária, articulando a investigação que nesses domínios tem vindo a ser recentemente realizada com estudos de caso específicos desse espaço literário. O objetivo fundamental do grupo, centralizado na noção forçosamente plural de “Poética”, é o de chegar, por etapas sucessivas, a um «state of the art» de questões emergentes associadas aos Estudos Literários e recuperadas numa forma de questionar momentos, movimentos, formas da Literatura Portuguesa.

Projetos do Grupo de Investigação "Poéticas"

Categorias Estéticas na Literatura Portuguesa e em Outras Literaturas
Poéticas do Ensaio
Poéticas do Barroco
Poéticas da Idade Média
Poéticas da Tradução
Poéticas do Post-Modernismo
Projeto Europeu SATOR (Société Internationale d' Analyse de la Topique Romanesque avant 1800)
LEA! (Lire en Europe Aujourd' hui)

 

Investigadores do Grupo de Investigação "Poéticas"

Amélia Maria Loureiro Correia
Ana Maria e Silva Machado
Ana Paula dos Santos Duarte Arnaut
Cristina Maria da Silva Robalo Cordeiro
Elsa Maria Branco da Silva
Fernando Matos de Oliveira
João da Costa Domingues
José Augusto Cardoso Bernardes
Manuel José de Freitas Portela
Maria de Jesus Quintas Reis Cabral
Maria Helena Jacinto Santana [DeGóis]
Maria João Albuquerque Figueiredo Simões [DeGóis]
Maria Marta Dias Teixeira da Costa Anacleto
Paulo Jorge Silva Pereira
Paulo Jorge de Sousa Meneses
Rosa Maria Baptista Goulart
Ricardo Namora de Melo Teixeira
Sara Manuela Ribeiro Martins Augusto

Outros investigadores

Albano António Cabral Figueiredo
Adriano Milho Cordeiro
Ana María García Martín
Ana Teresa Fernandes Peixinho de Cristo
Ángel Marcos de Dios
Evelina Pereira da Silva Verdelho
Erik Van Achter
Isabel Maria Cabral Teles dos Santos Lopes Delgado
José Carlos Seabra Pereira
Mafalda Ferin da Cunha
Maria do Céu Amaral Fortes de Fraga Amaral
Maria do Rosário Neto Mariano 
Maria Madalena Marcos Carlos Teixeira da Silva
María Rosa Álvarez Sellers
Noélia de Lurdes Vieira Duarte
Pedro Emanuel Rosa Grincho Serra

  
  
  


2. Grupos 2003-2008

Imagem - Grupo Figuras da Ficção

João Abel Manta, Eça de Queirós.



Grupo "Figuras da Ficção" (2004-2007)

Coordenador: Carlos Reis

1. Objectivos

O projecto de investigação Figuras da Ficção assume como propósito central o estudo da personagem ficcional, entendida como categoria fundamental do discurso literário e especificamente dos textos narrativos ficcionais. Esse estudo será desenvolvido tendo-se em atenção diversos critérios de abordagem e diferentes parâmetros de existência da personagem ficcional. Derivadamente, o projecto contemplará também relações transliterárias que a personagem ficcional permite, tendo em conta a sua existência noutros discursos, designadamente não literários.

2. Âmbito

O âmbito fundamental do projecto de investigação é a personagem literária, tal como tem sido elaborada na literatura ocidental desde que a narrativa literária – e em especial o romance – assumiu a relevância institucional e o índice de aperfeiçoamento estético que lhe são reconhecidos. De um ponto de vista histórico, a personagem de que aqui se trata é a que se encontra representada sobretudo na literatura portuguesa, desde finais do século XVIII e até aos nossos dias, num lapso temporal de cerca de dois séculos. É nesse lapso temporal que se encontram as grandes narrativas em que se processou a afirmação e a consolidação da categoria personagem.

Falar em Figuras da Ficção obriga-nos a uma mais precisa definição do âmbito de desenvolvimento deste projecto. Entendendo-se aqui a questão da figuração numa acepção deliberadamente plurissignificativa, ela corresponde sobretudo a procedimentos de formulação discursiva e ontológico-narrativa que se inscrevem em três domínios particulares: o domínio da semântica da ficção, o domínio da História ou mais especificamente da história literária; o domínio da genologia.

Em termos sintéticos, pode dizer-se que os domínios de trabalho que assim se definem apontam para uma vasta releitura e mesmo para a eventual reformulação da teoria da personagem, em articulação estreita com a constituição de uma história da personagem, naquilo que à literatura portuguesa diz respeito.

Ao mesmo tempo, os domínios fixados não anulam a possibilidade (aqui entendida como hipótese de trabalho colateral, mas também relevante) de uma extensão da teoria e da história da personagem a práticas discursivas do nosso tempo: o cinema, a televisão, a banda desenhada, etc. Essas práticas discursivas são tanto mais interessantes quanto é certo que não raro elas exibem uma discreta ou manifesta matriz literária (p. ex., no caso das adaptações).

3. Enquadramento metodológico

A demarcação de campos de acção autónomos a que acima se procedeu envolve já atitudes operatórias directamente conexionadas com certas orientações metodológicas e epistemológicas que aqueles domínios convocam. Contudo, parece pertinente estabelecer, de forma agora mais explícita, marcos de referência metodológica autónomos que, desejavelmente em relação de complementaridade, orientem os rumos da pesquisa.

Assim e conforme é em geral reconhecido, a narratologia ou teoria semiótica da narrativa facultou, nas últimas três décadas, instrumentos de análise e de reflexão teórica que naturalmente são fundamentais num projecto de investigação como o presente.

Ao mesmo tempo, reconhece-se que uma indagação em torno da personagem ficcional não pode ignorar a dimensão transnacional e transliterária de uma tal categoria. Sem prejuízo daquilo que o desenvolvimento do projecto venha a sugerir, abrem-se aqui, pelo menos, duas pistas de trabalho autónomas: a pista da comparatística e a pista dos estudos culturais.

Num outro plano de reflexão, o estudo da personagem pode e deve cruzar-se com os contributos facultados por dois grandes domínios de estudo: o domínio dos estudos post-coloniais e o domínio dos estudos femininos.

4. Aberturas

Desenvolvendo-se no âmbito do Centro de Literatura Portuguesa da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e integrando no seu programa de trabalho investigadores adstritos àquela unidade de investigação, o projecto Figuras da Ficção abre-se a campos literários e a investigadores de outras universidades e países. Assim, embora contemplando, em primeira instância, a literatura portuguesa como grande área de actuação, o projecto deverá proceder a extensões que abarquem também, em perspectivas metodológicas a isso ajustadas, outras literaturas de língua portuguesa.

 

Group Description

Group Description/Designation: Fictional Characters
Principal Investigador: Carlos António Alves dos Reis
Time Interval: 2003-2010
Location of Group (Host Institution): Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
Keywords: Characters; Fiction; Narrative; Theory
Funding, source, dates: Funding source: FCT (Portuguese State and U.E.-Feder)
2004 (base-funding): 13.377 €
2005 (base-funding): 15.671 € programmatic funding: 9.108
2006 (base-funding): 5.845 €

Researchers in the Group (Ph.D. Only)

Ana Paula dos Santos Duarte Arnaut
António Apolinário Caetano da Silva Lourenço
Carlos António Alves dos Reis
Maria Cristina de Almeida Mello Laranjeira
Maria do Rosário da Cunha Duarte
Maria Helena Jacinto Santana
Maria João Albuquerque Figueiredo Simões
Maria Marta Dias Teixeira da Costa Anacleto
Rosa Maria Batista Goulart

Other Researchers in the Group (non Ph.D.)

Ana Teresa Peixinho de Cristo
Marisa das Neves Henriques
Marisa Isabel Mateus Pêgo

  
  
 



Imagem - Grupo Estudos sobre a Modernidade

Amadeo de Souza-Cardoso, [título desconhecido] (1917). © Centro de Arte Moderna, Fundação Calouste Gulbenkian.



Grupo "Estudos da Modernidade" (2004-2007)

Coordenadora: Cristina Robalo Cordeiro

O sub-projecto Estudos da Modernidade visa estudar alguns dos problemas com que a modernidade se debate, atentando na manifestação textual de questões que solicitam hoje a consciência literária, nomeadamente aquelas que se articulam em torno do eixo dialéctico da “centralidade” e da “periferia” enquanto elementos configuradores de um espaço da escrita.
Esta linha de pensamento teórico permite explorar a uma nova luz a questão da identidade (nação, género, raça, etc.), reinterpretar as nossas marcas culturais e analisar os discursos tematizadores de diferença e poder. Outro veio de pesquisa incide numa leitura interdisciplinar do Modernismo perspectivado nos seus cruzamentos culturais: fusão interartística dos movimentos de vanguarda, a sua repercussão transnacionalista (particularmente perceptíveis nas ligações entre o Modernismo português, brasileiro e espanhol) e o seu desejo de ruptura relativamente à tradição. Este aspecto potencia o questionamento das ligações com a pós-modernidade, nem sempre devidamente valorizadas pela crítica literária. Ainda outro filão se revela pertinente: o estudo do pós-colonianismo na literatura portuguesa e as questões levantadas pela condição pós-colonial, no que toca ao binómio nações emergentes e/ou nações ex-coloniais, e aos seus reflexos na literatura contemporânea e nos modos de interpretar obras do passado, questionando a possibilidade de uma hermenêutica revisionista para a literatura portuguesa dos séculos anteriores.

  
  
  
Imagem - Grupo Estudos sobre Garrett

Retrato de Almeida Garrett. Gravura (espólio do autor). © Biblioteca da Universidade de Coimbra.



Grupo "Estudos sobre Garrett" (2004-2007)

Coordenadora: Ofélia Paiva Monteiro

O Projecto de Edição Crítica das Obras de Garrett – Estudos sobre Garrett visa aprofundar o conhecimento da obra de um dos maiores autores de língua portuguesa, pioneiro da introdução do Romantismo em Portugal. Dando  continuidade ao projecto de investigação SAPIENS/POCTI iniciado em 2000 sob a mesma designação, nele está empenhada, sob a orientação da Prof. Doutora Ofélia Paiva Monteiro, uma vasta equipa de investigadores (na sua maioria membros do Centro de Literatura Portuguesa), que procederão não só ao confronto das edições e manuscritos que permitam reconstituir a maturação das obras nas mãos do autor, mas também  à recolha dos muitos textos seus que permanecem, esquecidos, em publicações periódicas do seu tempo (textos jornalísticos, discursos políticos, etc.). Para tanto, beneficiarão do material riquíssimo guardado na Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra (onde se encontra a máxima parte do espólio garrettiano) e na Sala Ferreira Lima da Faculdade de Letras  da mesma Universidade.

A concretização deste empreendimento, moroso e complexo, foi iniciada com a publicação do romance O Arco de Sant’Ana (Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 2004), com fixação de texto, introdução e notas de Maria Helena Santana. Da elaboração da edição crítica surgirão novas perspectivas interpretativas da obra garrettiana, tão inovadora, e dos seus conteúdos ideológicos e estéticos, tão importantes para o conhecimento do devir português - e europeu - do século dezanove.

 

Group Description

Research Unit: Centro de Literatura Portuguesa
Group Description/Designation: Studies on Garrett and Romanticism – Critical edition of Almeida Garrett’s Works
Principal Investigator: Ofélia Milheiro Caldas Paiva Monteiro
Time Interval: 2003-2010
Location of Group (Host Institution): Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
Keywords: Modernism; Garrett; Romanticism; Critical edition; 19th-century culture
Funding, source, dates:
Funding source: FCT (Portuguese State and U.E.-Feder)
2004 (base-funding): 12.861 €
2005 (base-funding): 12.187 € programmatic funding: 7.083
2006 (base-funding): 5.605 €

Researchers in the Group (Ph.D. Only)

Evelina Pereira da Silva Verdelho
Fernando Augusto Machado
Margarida Maria Gonçalves de Vasconcelos Cardoso
Maria Helena Jacinto Santana
Maria João Figueiredo Simões
Ofélia Milheiro Caldas Paiva Monteiro
Osvaldo Manuel Alves Pereira Silvestre
Pedro Emanuel Rosa Grincho Serra
Sérgio Nazar David

Other Researchers in the Group (non Ph.D.)

Carla Sofia Abreu Vaz
Fernando Matos Oliveira