Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

O Naturalismo Revisitado

Coordenador: António Apolinário Lourenço

Equipa

António Apolinário Lourenço
Ofélia Paiva Monteiro
Maria Helena Santana
Maria João Simões
Maria do Rosário Cunha

Início do Projeto: 2007
Termo do Projeto:
  2011

Caracterização

Os estudos sobre o Naturalismo realizados nas últimas décadas têm vindo a demonstrar que o movimento naturalista não foi um mero desvario de romancistas que confundiam a missão da arte com a da ciência. Muito pelo contrário, o Naturalismo trouxe para a literatura, e em particular para o romance, um conjunto de técnicas discursivas (impersonalidade, perspectivismo narrativo, discurso indirecto livre, focalização interna da personagem), que permitiram uma extraordinária renovação da arte de narrar.Durante anos, vigorou em Portugal a convicção de que o Naturalismo foi, na literatura portuguesa, um fenómeno periférico e superficial. No entanto, Eça de Queirós, o maior romancista luso do século XIX, reivindicou expressamente durante mais de uma década a sua condição de escritor naturalista, e vários outros escritores (Teixeira de Queirós, Júlio Lourenço Pinto, José Augusto Vieira, etc.), de menor valia é certo, animaram as letras portuguesas durante um lapso temporal ainda mais alargado. A sátira camiliana do Naturalismo é também um fenómeno que deve ser analisado e que confirma o importante estatuto alcançado pela corrente literária naturalista em Portugal.

Pretende-se, com este projecto, proceder à revisitação crítica da literatura naturalista portuguesa, integrando-a no contexto internacional, e tendo em conta que O crime do padre Amaro foi o primeiro romance naturalista publicado fora de França.

Etapas e metas a alcançar

2009: Publicação de um livro que recolha o debate crítico em Portugal nos anos de afirmação do Naturalismo.

2010: Publicação do volume: O Naturalismo Revisitado, composto por 3 secções: O Naturalismo como fenómeno cultural e literário internacional; o Naturalismo nas artes; o Naturalismo em Portugal. Para este volume será solicitada a colaboração de especialistas internacionais.

2011: Congresso Internacional “O Século do Romance. Realismo e Naturalismo na Ficção Oitocentista”. Organização de António Apolinário Lourenço, Maria Helena Santana e Maria João Simões. 10-13 de novembro de 2011, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Este congresso foi organizado em colaboração com a Fundação Eça de Queiroz e a Sociedad de Literatura Española del Siglo XIX.

Publicações

O Século do Romance. Realismo e Naturalismo na Ficção Oitocentista. Volume com as atas do congresso (a publicar em 2013).