Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Murais e Literatura: A Criação Digital em Contexto Educativo

Costa Pinheiro_Mural_1958_01

Fresco de Costa Pinheiro, Jardim de Infância da ANIP, nas instalações da Maternidade Dr. Bissaya Barreto, Coimbra, 1958.


SINOPSE

O vazio da literatura digital infantil, constatado de novo na ELO (Electronic Literature Organization) Conference 2017, realizada na Universidade Fernando Pessoa, entre 18 e 22 de julho, suscitou a ideia de criar um texto digital infantil em português. A chamada “Biblioteca de livros digitais”, do Plano Nacional de Leitura, inclui sobretudo eBooks, pelo que se justifica plenamente a elaboração de um projeto com aquela finalidade.

Assim, na sequência do projeto “Inanimate Alice: Tradução de Literatura Digital em Contexto Educativo”, em curso no âmbito do grupo “Mediação Digital e Materialidades da Literatura”, do Centro de Literatura Portuguesa, pretende-se agora inaugurar o trabalho criativo infantil em ambiente digital. Para tal, partindo do exemplo do livro impresso História do Capuchinho Vermelho Contada a Crianças e Nem por Isso, escrito por Manuel António Pina, inspirado por pinturas de Paula Rego, pretende-se criar três textos literários baseados nos murais (1958) do pintor Costa Pinheiro (1932-2015) que foram encomendados para três salas do jardim infantil  do Instituto Maternal Bissaya Barreto, em Coimbra.(*)

A animação das imagens a partir destas pinturas articular-se-á com três níveis de leitura, em função de três faixas etárias: um álbum digital, para os 4 anos, um poema generativo com base na literatura tradicional oral portuguesa, para os 6 anos, e uma narrativa interativa, para os 11. Apesar de as imagens se adequarem sobretudo a idades mais precoces, é possível construir uma história adaptada a alunos do 2.º ciclo, à semelhança, por exemplo, de A menina do mar, de Sophia de Mello Breyner Andresen.

Tratando-se de um trabalho colaborativo, constituiu-se uma equipa de seis elementos, com competências diferenciadas, com o objetivo de criar o design gráfico e a programação, compor os três textos e preparar a sua didatização.

(*) Presentemente cedido à ANIP (Associação Nacional de Intervenção Precoce), na Rua Augusta (Maternidade Bissaya Barreto) 3000-061.


EQUIPA

Coordenação: Ana Maria Machado
Membros: Ana Sofia Albuquerque e Aguilar, Júlia Zuza, Luís Lucas Pereira (DEI – Universidade de Coimbra), Thales Estefani

Consultoria: Rui Torres (Universidade Fernando Pessoa)


PERíODO

Dezembro de 2018 a dezembro de 2020.