Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Prémio Melhor Poster para trabalho "Estimulação in Vitro da Angiogénese de Tecido Ovárico Criopreservado"

21 maio
Ana Sofia Pais, que apresentou o trabalho, é 1ª autora, docente na FMUC e estudante do Programa de Doutoramento em Ciências da Saúde.
Ana Sofia Pais, que apresentou o trabalho, é 1ª autora, docente na FMUC e estudante do Programa de Doutoramento em Ciências da Saúde.

O trabalho "Estimulação in Vitro da Angiogénese de Tecido Ovárico Criopreservado" foi distinguido com o Prémio Melhor Poster no 7° Congresso Português de Medicina da Reprodução, que decorreu recentemente no Porto.

A criopreservação de tecido ovárico é uma técnica promissora para preservação da fertilidade, já que após o transplante é possível repor a função endócrina e a fertilidade. No entanto, uma das suas limitações é a perda de folículos primordiais após o transplante e até ser estabelecida a revascularização do enxerto. O objetivo do trabalho foi estudar estratégias para promover a angiogénese do tecido ovárico criopreservado, de modo a otimizar a função e duração do enxerto. Para tal, foi avaliado o tratamento in vitro com fatores angiogénicos. A suplementação em cultura não afeta o tecido e parece iniciar o processo de angiogénese, de acordo com as diferenças observadas na expressão de genes e proteínas pró-angiogénicas.


São autores do trabalho premiado:

Ana Sofia Pais1,2*, Maria Carolina Reis3*, Mafalda Laranjo 3,4, Sandra Reis 3, Joana Jorge3,5, Ana Cristina Gonçalves3,5, Ana Paula Sousa1,3, João Ramalho-Santos3,6, Filomena Botelho3,5, Teresa Almeida Santos1,2,3

  1. Serviço de Medicina da Reprodução, Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra;
  2. Faculdade de Medicina, Universidade de Coimbra (FMUC); 
  3. Centro de Neurociências e Biologia Celular, Universidade de Coimbra (CNC);
  4. Instituto de Biofísica e Instituto de Investigação Clínica e Biomédica de Coimbra (iCBR), área de Meio Ambiente Genética e Oncobiologia (CIMAGO), Faculdade de Medicina, Universidade de Coimbra;
  5. Laboratório de Oncobiologia e Hematologia, Clinica Universitária de Hematologia e iCBR, área de Meio Ambiente Genética e Oncobiologia (CIMAGO), FMUC;
  6. Departamento Ciências da Vida, Universidade de Coimbra.

* Contribuíram de igual modo para a realização do trabalho