Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Professor Joaquim Murta lidera projeto reconhecido como “Hub Global de Inovação”

31 março

O projeto “Value-Based Health Care – Catarata” (VBHCAT), liderado pelo Professor Catedrático da FMUC, Joaquim Murta, foi reconhecido, pelo Fórum Económico Mundial (WEF), como “Hub Global de Inovação" e recomedada a sua replicação noutros países. É a primeira vez que esta distinção é atribuída um centro (hub) português.

O projeto, já implementado em duas áreas de Oftalmologia, tem como finalidade aumentar a eficiência das intervenções médicas, reduzindo o seu custo, eliminando despesas supérfluas e, ao mesmo tempo, aumentando a qualidade dos tratamentos para os doentes, integrando-os na avaliação dos resultados.Na prática, o projecto VBHCAT altera profundamente os actuais modelos de financiamento da saúde. Assim, em vez da quantidade dos actos médicos praticados, o foco do financiamento incide nos bons resultados. Ou seja, é a qualidade do serviço, atestada pelas técnicas e materiais usados e pela melhoria geral do doente, que ajuda a estabelecer o financiamento.São as melhores práticas e os melhores resultados a serem privilegiados pelo financiamento, e não apenas o número de intervenções. O objetivo é que tenha impactos significativos no doente, conferindo-lhe mais informação e dando-lhe a oportunidade de fazer escolhas mais informadas em relação aos seus cuidados de saúde, com o objectivo final de melhorar o mais possível de uma patologia.

O projecto VBHCAT teve a sua origem em duas áreas da Oftalmolo-gia, tendo sido analisados os resultados na cirurgia da catarata de mais de 11 000 pacientes em 12 hospitais nacionais públicos e privados e no tratamento de degenerescência macular da idade.