Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação tem Mestrado Internacional em Psicologia do Trabalho, das Organizações e dos Recursos Humanos financiado pela Comissão Europeia pela 4ª vez consecutiva

31 julho
Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação tem Mestrado Internacional em Psicologia do Trabalho, das Organizações e dos Recursos Humanos financiado pela Comissão Europeia pela 4ª vez consecutiva
Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação tem Mestrado Internacional em Psicologia do Trabalho, das Organizações e dos Recursos Humanos financiado pela Comissão Europeia pela 4ª vez consecutiva

A Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra viu aprovada pela Comissão Europeia uma nova candidatura para realizar mais quatro edições do Mestrado Europeu Erasmus+ em Psicologia do Trabalho, das Organizações e dos Recursos Humanos (Erasmus Mundus Joint Master Degree in Work, Organizational, and Personnel Psychology - EMJMDWOPP). Trata-se de Consórcio Europeu composto pela Universidade de Coimbra, Universitad de Valencia, Università di Bologna e Universitat de Barcelona. Este Mestrado tem já um longo percurso que teve o seu ponto de partida antes de 2006, ano em que teve início o primeiro curso. Estas quatro novas edições acontecerão de 2021 a 2026. A Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação terá, nessa altura, 20 anos de experiência de realização deste programa, o que implica ter já submetido quatro candidaturas consecutivamente ganhadoras.

Após 13 edições, mais de 500 estudantes de 73 países participaram neste programa. Diferentes indicadores têm mostrado que este é um projeto muito bem-sucedido. Em outubro e novembro de 2019, 159 graduados de 41 países (da Europa, Ásia, América do Norte, América do Sul e África) participaram voluntariamente num estudo sobre empregabilidade. Os resultados foram positivos, apesar de 42% dos participantes se terem formado em 2017 ou mais tarde. Mais de 90% trabalhavam e apenas 5,7% procuravam emprego; mais de 50% passaram menos de 3 meses à procura do primeiro emprego após a graduação; e 85% estavam bastante ou muito satisfeitos com o seu trabalho. A Erasmus Mundus Association e a Alumni Association (EMA) realizaram um estudo independente (junho de 2014) no qual 80% dos graduados consideraram que o Mestrado garante um "bom" ou "excelente" aumento da empregabilidade. Em 2018, a Comissão Europeia reconheceu este Mestrado como uma “história de sucesso” e um “exemplo de boas práticas”. Existe uma comunidade ativa de ex-alunos com mais de 450 membros na rede profissional LinkedIn. Para além das universidades europeias que integram este consórcio, cinco universidades de fora da Europa participam como parceiros: Universidade de Brasília, University of Baltimore, University of Puerto Rico, Florida Institute of Technology e Illinois Institute of Technology.

A combinação de parceiros europeus e não europeus contribui para potenciar a mobilidade e multiculturalidade, aprimora a internacionalização e agrega valor. Instituições não europeias ajudam na organização de estágios internacionais obrigatórios para estudantes, aspeto também benéfico em termos de empregabilidade. Este Mestrado é cada vez mais reconhecido a nível internacional, estando presente nos principais congressos internacionais da sua área (e.g. Congresses of EAWOP –European Association of Work and Organizational Psychology, IAAP –International Association of Applied Psychology and SIOP –Society of Industrial and Organizational Psychology, USA).

O Mestrado Europeu Erasmus+ em Psicologia do Trabalho, das Organizações e dos Recursos Humanos – PTORH tem sido, sistematicamente, avaliado como um dos melhores e é, atualmente, o mais antigo Mestrado Europeu Erasmus+ apoiado pela Comissão Europeia.