Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Aprovada a COST Action Riseup-PPD - Research Innovation and Sustainable Pan-European Network in Peripartum Depression Disorder

Foi aprovada a COST Action Riseup-PPD - Research Innovation and Sustainable Pan-European Network in Peripartum Depression Disorder (Rede Pan-Europeia de Inovação e Sustentabilidade na Investigação da Perturbação Depressiva Perinatal), liderada por Ana Ganho Ávila, Investigadora Integrada do Centro de Investigação em Neuropsicologia e Intervenção Cognitivo Comportamental (CINEICC) da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.

A COST European Cooperation in Science and Technology financia atividades de colaboração transnacional num sistema de de redes dedicadas à colaboração científica com livre acesso e bottom-up, em todos os domínios científicos e tecnológicos. O financiamento é atribuido no âmbito de um acordo entre a COST Action Association e a União Europeia através do programa Horizonte 2020 e tem especial preocupação com o empoderamento de investigadores sub-representados, nomeadamente mulheres investigadoras, em início de carreira, ou provenientes de países periféricos.

A COST Action Riseup-PPD é a primeira proposta submetida por um membro da Universidade de Coimbra a ser aceite e terá a duração de quatro anos, com início em março de 2019. Desde o seu arranque a rede irá contar com investigadores de 11 países - Alemanha, Bélgica, Croácia, Espanha, França, Polónia, Portugal, e Turquia com a colaboração do Canadá, Estados Unidos e Mónaco - número que tenderá a aumentar ao longo do primeiro ano de funcionamento durante o qual qualquer investigador se poderá associar. A depressão perinatal, segundo estatísticas europeias, tem uma prevalência entre 4 a 38% e pode acarretar consequências sérias para as mães, bebés, e sistemas familiares, podendo também representar um fardo socioeconómico a ser suportado pela sociedade. Ana Ganho espera que esta rede permita colmatar lacunas na investigação na depressão no período perinatal, tornando-a mais multidisciplinar e com um melhor custo-benefício, promovendo ao mesmo tempo a consciencialização social para esta problemática.  

Fonte: https://www.cost.eu/actions/CA18138/#tabs|Name:overview