Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Luís Reis Torgal – Um percurso de vida – Apresentação do livro "Brandos Costumes..."

14 de outubro | 14h30 | Colégio da Trindade, Universidade de Coimbra
27 setembro
© Cláudia Morais

O encontro Luís Reis Torgal – Um percurso de vida, organizado pelo CEIS20 em parceria com a editora Temas e Debates/Círculo de Leitores, perspetiva-se como um momento intenso e luminoso em torno do percurso de vida intelectual do Professor Luís Reis Torgal, fundador do CEIS20, e que está focalizado no livro Brandos Costumes: O Estado Novo, a PIDE e os intelectuais, cuja apresentação estará a cargo do Professor Fernando Rosas.

A obra Brandos Costumes..., que Luís Reis Torgal coordenou e de que é coautor, agrega como autores alguns dos seus ex-alunos, ex-orientandos e colaboradores próximos, examina a relação entre a PIDE e uma série de intelectuais (portugueses e africanos das ex-colónias) que foram apoiando e/ou integrando uma “oposição”, nem sempre unida e com claras fraquezas, ao Estado Novo de Salazar e Marcello Caetano. Nas palavras de Reis Torgal:

"A este livro foi dado o título, propositadamente irónico, de Brandos Costumes..., a fim de revelar como foi e é possível manejar uma expressão que foi assumida pelo regime e por alguns autores e simples cidadãos que ainda hoje interpretam assim o Estado de Salazar. O que se procurou mostrar, ao invés, é que é impossível ter havido — como disse Salazar — uma adaptação do Estado aos “brandos costumes” do povo português".

Deixamos também uma nota sobre o percurso de vida de Luís Reis Torgal, nas palavras de Maria Manuela Tavares Ribeiro, sua colega e amiga de longa data:

"Viveu feliz a sua infância na aldeia, simples, mas com particular prazer, interrompido pela morte prematura da sua Mãe. Verdadeiro “viajante”, desde a juventude, estimula-o o cinema, o futebol, as conversas com os amigos, o aprender História.

Os tempos universitários foram anos fastos da sua vida. Período de inquietações, de dúvidas. Questionar era, é, decisivo como Professor, Historiador, Cidadão. O gosto estimulante pela África e a experiência vivida (a Guerra Colonial, na Guiné, que teve de sofrer) consolidaram a sua formação política. Colonialismo, descolonização, ditaduras, fascismos, liberdade, democracia nortearam o seu pensamento e a sua prática de Investigador. Exerceu, com afinco, a sua participação cívica como expressão de cidadania activa. Foi intensa e de sucesso a sua carreira académica.

Momentos felizes e dolorosos mostram a sua coragem e força anímica. Esteve sempre, como hoje, pronto para a luta. Vontade inquebrantável e firmeza de carácter. Frontalidade, tolerância, generosidade – uma Vida de sentidos, uma vida com Luta constante".


PROGRAMA

14h30 | Abertura – Vice-Reitora Doutora Cristina Albuquerque; Doutora Guilhermina Gomes (Dir. Editorial Temas e Debates); Doutor Albano Figueiredo (Dir. FLUC); Doutor José Oliveira Martins (Coord. Científico CEIS20).

15h | Luís Reis Torgal: Um Percurso de Vida Doutora Maria Manuela Tavares Ribeiro (CEIS20), Doutor Luís Reis Torgal (CEIS20).

15h45 | Apresentação do livro Brandos Costumes: O Estado Novo, a PIDE e os intelectuais pelo Doutor Fernando Rosas.

16h45 | Sessão com os autores – Debate.

18h | Encerramento

         Porto d’Honra (Claustros do Colégio)

A entrada para este evento é livre.


"Luís Reis Torgal 'viajante no tempo e no espaço e no domínio das amizades' homenageado pelo CEIS20" é a peça de Isabel Simões da Rádio Universidade de Coimbra que pode ler e ouvir aqui