Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Lançamento do livro "Modus Operandi – Produção e Gestão nas Artes Performativas

7 julho | 18h | Auditório do Museu Nacional do Teatro e da Dança, Lisboa
30 junho

O livro da investigadora do CEIS20 Vânia Rodrigues é lançado no próximo dia 7 de julho, às 18h, no Auditório do Museu Nacional do Teatro e da Dança, em Lisboa, contando com a apresentação, do também investigador do Centro, Fernando Matos Oliveira.

O livro resulta da investigação que Vânia Rodrigues conduziu durante o seu doutoramento em Estudos Artísticos, e que agora publica "sobretudo como forma de contribuir  tanto quanto pode contribuir um livro – para a reflexão e o pensamento aprofundado sobre o campo de trabalho que partilhamos". É convicção da autora que "a pesquisa que se produz sobre o setor das artes não pode ficar-se pelo circuito académico, tem de encontrar formas de dialogar mais amplamente, sobretudo com aqueles que dedicam o seu quotidiano à cultura".

O livro documenta e analisa trajetórias profissionais, motivações, experiências e práticas de produtoras e gestoras culturais, assumindo o imperativo de inscrever as suas vozes na história das artes performativas em Portugal, assim contribuindo para superar o significativo défice documental da área. A partir de um conjunto alargado de entrevistas desenvolvidas a agentes privilegiados do campo, em torno das suas trajetórias profissionais, e recorrendo a uma diversidade de fontes empíricas e bibliográficas, analisa a intersecção entre a criação artística e a esfera organizativa e de produção, perscrutando as relações entre artistas e produtores e gestores culturais, procurando compreender o papel e contributo destes últimos no contexto dos projetos artísticos, em particular, e do campo das artes performativas, em geral. Tomando as profissões de produção e gestão cultural como ‘posto de observação’, problematizam-se os modelos organizativos e os modos de trabalho e colaboração prevalecentes, bem como um conjunto de práticas e discursos, em Portugal e no estrangeiro, que sinalizam mudanças e distintos modos de fazer.

É editado pela Caleidoscópio e teve o apoio financeiro e institucional da CEIS20-UC/FCT.

O encontro/lançamento decorre no MNTD como "forma simbólica de assinalar a inscrição histórica de um conjunto de debates que também merecem ser integrados na história das artes performativas".