a carregar...

UC.PT

Imprensa da Universidade

J. Oliveira Branco

J. Oliveira Branco nasceu em Tentúgal em 1933. Padre na Diocese de Coimbra desde 1956, trabalhou na Rádio Renascença (Lisboa). Licenciou-se em Filosofia na Universidade Gregoriana (Roma), foi professor de Filosofia no Seminário de Coimbra a partir de 1965. Capelão da capela da Universidade de Coimbra. Professor do Instituto Superior de Estudos Teológicos de Coimbra desde a sua fundação. Assistente religioso dos estabelecimentos prisionais de Coimbra por mais de 25 anos.
Doutorou-se em Filosofia na Universidade Gregoriana com uma tese sobre O Humanismo Crítico de António Sérgio. Análise dos seus vectores filosóficos, cuja edição se encontra há muito esgotada. Colabora em diversas revistas de estudo e reflexão, nomeadamente Estudos Teológicos (Coimbra). Publicou Uma via para a Manhã (2010) e, em parceria com o Prof. Sebastião Formosinho, O brotar da Criação — Um olhar dinâmico pela Ciência, Filosofia e a Teologia (11997, 21999): Prémio Aboim Sande Lemos da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, 1998: A Pergunta de Job — O homem e o mistério do mal (2003), O Deus que não temos — Uma história de grandes intuições e mal-entendidos (2008), e agora A Dinâmica da Espiral − Uma aproximação ao mistério de tudo.

Obras editadas na IUC:

A Dinâmica da Espiral

A esperança, utopia impossível?
Da insatisfação como via do (que podemos) conhecer, e esperar, e devir