a carregar...

UC.PT

Imprensa da Universidade

Sebastião José Formosinho Sanches Simões

Sebastião J. Formosinho nasceu em Oeiras (1943). Professor catedrático de química da Universidade de Coimbra onde se licenciou em Ciências Físico-Químicas. Doutorado pela Universidade de Londres (1971), foi Presidente do Conselho Científico da FCTUC, Secretário de Estado do Ensino Superior em 1980 e 1981 e Presidente do Centro Regional das Beiras da UCP. Foi Presidente da Sociedade Portuguesa de Química e é Sócio Efectivo da Academia das Ciências de Lisboa. Os seus interesses de investigação situam-se no âmbito da fotoquímica, reactividade química cinética e produção de energia solar, marcas culturais na ciência, e desenvolveu interesses em temas como as controvérsias científicas e sobre as relações entre ciência e religião. Foi galardoado com os seguintes prémios: INVENTA 2011 para as patentes de que é co-inventor, Estímulo à Excelência, Fundação para a Ciência e Tecnologia, 2004; Prémio Aboim Sande Lemos da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, 1998; Prémio da Ciência da Fundação Gulbenkian, 1994; Medalha Ferreira da Silva, Sociedade Portuguesa de Química, 1984; Artur Malheiros, Academia das Ciências de Lisboa, 1972. Publicou em 2007 nos domínios da sua especialidade «Chemical Kinetics. From Molecular Structure to Chemical Reactivity» (Elsevier, em co-autoria) e «Nos Bastidores da Ciência. Vinte Anos Depois» (Imprensa da Universidade de Coimbra) , em 2008, em colaboração com o Padre Oliveira Branco «O Deus que não temos. Uma história de grandes intuições e mal-entendidos» (Bizâncio) e em 2009 «Uma intuição por Portugal» (Artez).

Obras editadas na IUC:

Fernando Pinto Coelho o Mestre e o Professor Universitário

Cinética Química 

Nos Bastidores da Ciência 20 anos Depois

A Dinâmica da Espiral

Nos palcos da ciência: uma apreciação estética da heterodoxia científica

A esperança, utopia impossível?
Da insatisfação como via do (que podemos) conhecer, e esperar, e devir