Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Estudo apresenta panorama do financiamento da Ciência Cidadã nas Ciências Sociais e Humanidades

Primeiro relatório do projeto COESO está disponível na plataforma Zenodo
18 agosto
O estudo ajuda a identificar os próximos passos para melhorar o financiamento da Ciência Cidadã nas Ciências Sociais e Humanidades
O estudo ajuda a identificar os próximos passos para melhorar o financiamento da Ciência Cidadã nas Ciências Sociais e Humanidades
© COESO

Está disponível, na plataforma Zenodo, o primeiro resultado de investigação do projeto COESO - Collaborative Engagement on Societal Issues. O relatório, que fornece uma primeira visão sobre o panorama de regimes de financiamento disponíveis para as atividades de Ciência Cidadã nas Ciências Sociais e nas Humanidades (CSH), é baseado numa análise de 105 entidades de financiamento ao redor da Europa, complementada por dois inquéritos online e 10 entrevistas. 

O estudo introduz uma melhor compreensão sobre a acessibilidade e a diversidade dos atuais regimes de financiamento e destaca as boas práticas, as lacunas e as deficiências, tanto na visão das entidades financiadas quanto das financiadoras. O relatório traça recomendações para uma política efetiva de financiamento da ciência cidadã. 

O estudo, de caráter preliminar, ajuda a identificar os próximos passos para melhorar o apoio financeiro das atividades de ciência cidadã envolvendo as ciências sociais e as humanidades, e pode ser lido e descarregado neste link


Entre seus principais resultados, destacam-se os seguintes:

- Muitos investigadores não conseguem encontrar chamadas de financiamento para ciência cidadã nas disciplinas das Ciências Sociais e Humanidades. 

- As oportunidades de financiamento para a pequena escala e projetos locais são ou muito difíceis de serem encontradas, ou não existem. 

- As organizações do terceiro setor são parte integrante da ciência cidadã. 

- As políticas atuais de financiamento baseiam a sua decisão de distribuição em indicadores de impacto, mas tanto o conceito de impacto quando sua forma de medição são controversos. Faz-se necessária uma revisão crítica das investigações que não conseguem alcançar esses impactos e/ou das atuais interpretações dessas métricas. 


Também são destacadas algumas recomendações, baseadas nos resultados, para uma política de financiamento de sucesso para a Ciência Cidadã nas Ciências Sociais e Humanidades: 

- Diversificar os esquemas de financiamento através da promoção de uma grande variedade de modelos que respondam às características e necessidades de diferentes contextos geográficos, culturais ou sócio-econômicos. Viabilizar projetos envolvidos em grandes parcerias internacionais com objetivos de longo alcance, e ao mesmo tempo promover uma vasta e rica diversidade de pequenos projetos e redes locais. 

- Promover e apoiar as inúmeras entidades do terceiro setor, tanto como beneficiárias do financiamento para a realização de seus projetos, quanto como fornecedoras de financiamento que podem promover outros projetos em diversas escalas. 

- Ter em conta a diversidade de termos de referência, seja “ciência cidadã” ou “investigação participativa”, a depender do país. O uso de pelo menos duas expressões diferentes na mesma chamada (no título, descrição, e/ou nas palavras-chaves), de acordo com diferentes contextos, é necessário para conectar e desenvolver os interesses dos diferentes atores. 

- Promover alianças e redes, tanto entre agências de financiamento, quanto entre beneficiários dos financiamentos. 

- Tornar transparente e rastreável a comunicação relativa aos financiamentos recebidos ou fornecidos pelas organizações correspondentes. Desenvolver ferramentas para a localização de oportunidades de financiamento nos diferentes níveis levando em consideração a necessária diversidade de esquemas de financiamento. 

- Destacar explicitamente a presença e o valor das disciplinas das Ciências Sociais e Humanidades nos projetos multidisciplinares. 

- Disseminar e continuar a realizar estudos sobre os diversos impactos da investigação nas CSH com metodologias da Ciência Cidadã. 


O estudo servirá como base para os próximos passos do projeto COESO: 

1. O desenvolvimento e a implementação de um plano de advocacia que procure aumentar o acesso às oportunidades de financiamento relevantes. 

2. O desenvolvimento do VERA (ambiente virtual para a ativação da investigação), uma plataforma para investigadores e cidadãos se encontrarem, colaborarem, e encontrarem financiamento para projetos. 


O COESO - Collaborative Engagement on Societal Issues - é um projeto com duração de 36 meses (2021-2023) financiado pela Comissão Europeia e organizado por um consórcio de 15 parceiros de seis países europeus. O projeto é coordenado pela EHESS - École des Hautes Études en Sciences Sociales - e inclui 10 projetos piloto de Ciência Cidadã. 

O COESO trabalha em estreita colaboração com a infraestrutura OPERAS, integrada pela UC, para integração do projeto em sua plataforma. 



| Saiba mais | 

Blog do COESO 

Sobre o COESO