a carregar...

UC.PT

Imprensa da Universidade

O Cinema no discurso do poder: Dicionário sobre legislação cinematográfica portuguesa (1896-1974)

ocinema

Autor: Jorge Seabra
Língua: Português
ISBN: 978-989-26-1194-5
ISBN Digital: 978-989-26-1195-2
DOI: https://doi.org/10.14195/978-989-26-1195-2
Editora: Imprensa da Universidade de Coimbra
Edição: 1.ª 
Data: Fevereiro 2017
Preço: 21,20 €
Dimensões: 154 mm x 220 mm
N.º Páginas: 380

Sinopse:

O cinema no discurso do poder é um dicionário que efetua o levantamento da legislação dirigida à instituição cinematográfica desde a existência do cinema em Portugal (1896) até 1974, percorrendo três regimes, o fim da Monarquia Constitucional (1896-1910), a Primeira República (1910-1926) e o Estado Novo (1933-1974). O dicionário é constituído por um total de 123 entradas, que têm na sua base a análise de seis temas globais, concretamente (1) Poder e órgãos inspetivos (11 entradas); (2) Cinema, educação e propaganda (12 entradas); (3) Censura, critérios, processo e organismos (14 entradas); (4) A indústria, os agentes económicos e o Estado (38 entradas); (5) Espetáculo cinematográfico (31 entradas); (6) Profissionais e organismos do setor (17 entradas). O cinema no discurso do poder é o primeiro estudo sistemático sobre a forma como os poderes políticos enquadraram a atividade cinematográfica em Portugal, a partir de uma fonte sistemática e contínua como é o caso da legislação, que por isso mesmo é entendida como discurso que expressa a vontade normativa dos poderes instituídos.

carrinho3