Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

SUMMERTIME

Publication date: 26-08-2021 10:10

Ciclo de Concertos de Jazz em Coimbra

O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra acolherá a 3ª edição do SUMMERTIME, em setembro, com três concertos que evidenciam caminhos distintos do jazz, tendo como convidados grupos e músicos com relevância na cena jazz portuguesa, confirmando a vitalidade, a energia e o talento daqueles que falam jazz em Portugal.

cartaz_summertime

PROGRAMA

DIA 4, 18H00  | INDRA TRIO

Luís Barrigas: piano

João Custódio: contrabaixo | double bass

Jorge Moniz: bateria | drums

cartaz_indra

“Indra” é o Deus dos céus no Hinduísmo e está muitas vezes associado ao clima e ao fluxo dos rios. A música que une este trio caracteriza-se pela simplicidade e pela procura do encontro com a natureza e a ligação profunda dos sons e da sua não racionalidade, com traços do que por vezes relacionamos com a música erudita e o jazz europeu onde a improvisação é uma presença constante como forma de linguagem comum. Assim, o pianista Luís Barrigas, o contrabaixista João Custódio e o baterista Jorge Moniz encontram um lugar comum representado neste grupo com o nome “Indra” pela voz dos seus instrumentos, construindo composições originais que definem a sua relação orgânica e natural com a música que pretendem apresentar.

www.luisbarrigas.com

DIA 11, 18H00 | JOÃO PAULO ESTEVES DA SILVA

cartaz_PS

São canções sem palavras, as composições do pianista João Paulo Esteves da Silva. Mas são canções que se valem da musicalidade da língua portuguesa, de uma enorme criatividade melódica e, mais tarde ou mais cedo, retomam os caminhos imprevistos da improvisação. João Paulo é um improvisador nato, e nesse papel pudemos ouvi-lo ao longo dos anos em concertos a solo intensos e emotivos. Tem também integrado inúmeras formações com as grandes figuras do jazz nacional e trabalha com igual à-vontade no âmbito da música de raiz popular.

Fonte: Orquestra Jazz de Matosinhos

“A música do João Paulo é! Gozemos o privilégio de a ouvir.” Mário Laginha

“Os meus concertos a solo são, maioritariamente, improvisados, o que significa, compostos e interpretados no mesmo tempo e lugar.

A improvisação pode, paradoxalmente, ter origem em diferentes fontes. A maior e mais desejável é “nada”. Mas como o “nada”, às vezes, não está disponível, o processo tem de assentar em memórias, canções, experiências de vida, quadros e poemas, às vezes escondidos dentro do piano, como uma oração secreta.” João Paulo

DIA 18, 18H00 | JOGO DE DAMAS

cartaz_JD

Vozes: Barbara Francke | Fátima Serro | Gabriela Braga | Sameiro Sequeira 

Trio de Jazz:

Piano: Paulo Gomes

Contrabaixo: Miguel Ângelo

Bateria: Acácio Salero

Jogo de Damas é um grupo vocal de Jazz, formado no Porto em 2009, constituído por 4 vozes femininas (Barbara Francke, Fátima Serro, Gabriela Braga e Sameiro Sequeira) com diferentes backgrounds musicais que se unem para cantar em harmonia vocal. O seu repertório percorre diversos estilos, desde o Jazz à Bossa Nova e à Pop, alternando temas ‘a capela’ com temas com acompanhamento instrumental. Nestes, são  acompanhadas por um fantástico trio de jazz constituído por Paulo Gomes (piano), Miguel Ângelo (contrabaixo) e Acácio Salero (bateria), músicos  de jazz de referência nacional, contribuindo para um concerto mais vibrante e diversificado.

Em 2012 editou o seu primeiro trabalho discográfico – o homónimo “Jogo de Damas”, pela Editora Numérica, trabalho esse que foi muito bem classificado pela crítica, obtendo um assinalável sucesso junto do público e esgotando a primeira edição. Seguiu-se, em 2018, “Too Close”, disco Antena 1, que conta com a participação especial de João Mortágua (saxofone) e A.P Neves (guitarra).

Os arranjos que interpretam refletem os 12 anos de trabalho em conjunto, dada a riqueza e complexidade das suas harmonias vocais, recebendo a atenção e surpresa não só do público apreciador de jazz, mas também do público em geral e ainda de personalidades de referência do Jazz, como o veterano José Duarte.

www.facebook.com/jogodedamasvocal