Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

UC integra projeto internacional TRIPLE no âmbito da ciência aberta que acaba de receber 5,6 M €

16 julho, 2019

A Universidade de Coimbra (UC) faz parte do projeto internacional TRIPLE (Targeting Researchers through Innovative Practices and multiLingual Exploration) que acaba de ser aprovado pela Comissão Europeia para receber um financiamento de 5,6 milhões de euros, no âmbito do Programa-Quadro Comunitário Horizonte 2020. Promovido no âmbito do consórcio OPERAS, o projeto envolve 18 instituições de 12 países e inicia-se em outubro de 2019, com a duração de três anos e meio.

Para o Reitor da UC, Amílcar Falcão, trata-se de "uma enorme conquista da Universidade de Coimbra e, igualmente, de Portugal". O TRIPLE é "um projeto que nos posiciona definitivamente na vanguarda da luta pela libertação do conhecimento científico e pelo acesso gratuito da sociedade aos resultados académicos das nossas universidades", destaca o responsável. Amílcar Falcão não tem dúvidas de que "ter uma ciência livre de acesso gratuito a todos é o nosso desígnio" e defende que o conhecimento não deve estar aprisionado.

O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, enaltece “o facto de a Universidade de Coimbra assumir este projeto de valorização e dignificação do conhecimento é muito relevante a nível internacional”. “Um projeto como este, sobretudo a nível europeu, é particularmente importante", realça ainda Manuel Heitor.

O TRIPLE visa o desenvolvimento e implementação de uma plataforma digital única, multidisciplinar e multilinguística, para a partilha de resultados provenientes de publicações científicas, com particular ênfase na área das Humanidades e Ciências Sociais. Através da plataforma – pioneira e inédita a nível europeu – vai ser possível que cidadãos e empresas contactem diretamente com os investigadores e as respetivas descobertas (facilitando-se a interação e a oferta/procura de financiamento para a investigação científica).

A Universidade de Coimbra (UC) faz parte do projeto internacional TRIPLE (Targeting Researchers through Innovative Practices and multiLingual Exploration) que acaba de ser aprovado pela Comissão Europeia para receber um financiamento de 5,6 milhões de euros, no âmbito do Programa-Quadro Comunitário Horizonte 2020. Promovido no âmbito do consórcio OPERAS, o projeto envolve 18 instituições de 12 países e inicia-se em outubro de 2019, com a duração de três anos e meio.

Para o Reitor da UC, Amílcar Falcão, trata-se de "uma enorme conquista da Universidade de Coimbra e, igualmente, de Portugal". O TRIPLE é "um projeto que nos posiciona definitivamente na vanguarda da luta pela libertação do conhecimento científico e pelo acesso gratuito da sociedade aos resultados académicos das nossas universidades", destaca o responsável. Amílcar Falcão não tem dúvidas de que "ter uma ciência livre de acesso gratuito a todos é o nosso desígnio" e defende que o conhecimento não deve estar aprisionado.

O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, enaltece “o facto de a Universidade de Coimbra assumir este projeto de valorização e dignificação do conhecimento é muito relevante a nível internacional”. “Um projeto como este, sobretudo a nível europeu, é particularmente importante", realça ainda Manuel Heitor.

O TRIPLE visa o desenvolvimento e implementação de uma plataforma digital única, multidisciplinar e multilinguística, para a partilha de resultados provenientes de publicações científicas, com particular ênfase na área das Humanidades e Ciências Sociais. Através da plataforma – pioneira e inédita a nível europeu – vai ser possível que cidadãos e empresas contactem diretamente com os investigadores e as respetivas descobertas (facilitando-se a interação e a oferta/procura de financiamento para a investigação científica).


F. Fernandes, Milene Santos e Rui Marques Simões