Academia

Mulheres investigadoras fazem-se ouvir pelas ruas da cidade

O objetivo principal da iniciativa Soapbox Science é "criar espaço para que as investigadoras possam falar de ciência com o público nas ruas de Coimbra".

25 novembro, 2022≈ 2 mins de leitura

O que tem em comum a estudante de doutoramento do LAETA - Laboratório Associado de Energia, Transportes e Aeronáutica, Andreia Rodrigues, e a docente do CIBB - Center for Innovative Biomedicine and Biotechnology, Vânia Moreira? São duas das oradoras do Soapbox Science Coimbra 2022, a iniciativa de comunicação de ciência que faz das ruas da cidade palco para apresentação da investigação feita por mulheres na Universidade de Coimbra (UC).

Durante a tarde de 23 de novembro, a Alta Universitária, Café Santa Cruz e edifício Chiado, na baixa da cidade, foram os locais escolhidos para ouvir falar sobre ciência feita na UC no feminino.

No total, foram 12 as investigadoras, estudantes e docentes da UC que subiram em cima de uma caixa de madeira e, sem microfone, partilharam o trabalho que desenvolvem. Da inteligência artificial ao impacto das tempestades geomagnéticas nas redes de transporte e de energia, da migração no feminino às neurociências, o objetivo da iniciativa foi dar a conhecer a ciência feita por mulheres na Universidade e transmiti-la, de uma forma simples, para a sociedade.

A Soapbox Science Coimbra é uma iniciativa internacional que é dinamizada, na UC, pelo Instituto de Investigação Interdisciplinar. Depois de uma edição em formato online, acontece pela primeira vez de forma presencial em 2022. O objetivo principal é "criar espaço para que as investigadoras possam falar de ciência com o público nas ruas de Coimbra".

Saiba mais sobre o evento aqui.

Partilhe