Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Joana Craveiro

CRAVEIRO, Joana

1974. Encontra-se a realizar um doutoramento no departamento de Teatro e Estudos da Performance da Roehampton University, em Londres, sobre transmissão da memória política em Portugal no Estado Novo, 25 de Abril e PREC e para o qual recebeu uma bolsa da FCT (SFRH/BD/79644/2011).

Biografia

Bibliografia

Textos para Download





Biografia

Encenadora, atriz, dramaturga. Fundadora e diretora artística do Teatro do Vestido (2001-), onde dirigiu e escreveu mais de 30 criações.

Doutorada pela Roehampton University, no departamento de teatro e estudos performativos, com a tese-espetáculo Um Museu Vivo de Memórias Pequenas e Esquecidas (prémio do público do Festival de Teatro de Almada 2015/ Nomeado para melhor espetáculo SPA/2015). Mestrado em Encenação pela Royal Scottish Academy of Music and Drama; Licenciada em Antropologia pela Universidade Nova de Lisboa; formação como atriz pela Escola Superior de Teatro e Cinema (antigo Conservatório Nacional).

Aprofundou os seus processos colaborativos com os Goat Island e os Every House has a Door, na School of the Art Institute of Chicago. Aprendeu sobre o devising – que já fazia, mas a que não dava esse nome – com Alexander Kelly, dos Third Angel, no Programa Gulbenkian de Criatividade e Criação Artística. Foi também aí que consolidou o seu trabalho autobiográfico.

A relação entre os acontecimentos históricos e as suas representações no presente, bem como a recolha de memórias e histórias de vidas, e as cartografias poéticas e afectivas das cidades são algumas das questões a partir das quais tem trabalhado e investigado.

É professora adjunta no departamento de Teatro da Escola Superior de Artes e Design, das Caldas da Rainha (ESAD.CR), e investigadora associada do Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa (IHC/Nova). É artista residente do Teatro Viriato para o quadriénio 2018-22.

Em março de 2012, recebeu juntamente com o Teatro do Vestido uma Menção Honrosa da Associação Portuguesa de Críticos de Teatro por “uma atividade aberta a todas as formas de arte, atenta a todos os cidadãos e curiosa de tudo o que se passa no mundo em que as pessoas vivem.”

Bibliografia

Textos para teatro

Um museu vivo de memórias pequenas, esquecidas e por vezes revistas (em progresso 2012-2015) | Até comprava o teu amor (mas não sei em que moeda se faz essa transacção) (2014) | Retornos, Exílios e Alguns que Ficaram (2014) | Labor #1 (2013)  | Esta é a minha cidade e eu quero viver nela (2013) | Paredes de Vidro (2013)  |Monstro: Parte 1 Calamidade (2013) | Esta é a minha cidade e eu quero viver nela (2012) | Film Noir (Narrativas negras sobre rupturas na ordem das coisas)( 2011) | Inventário de Objectos (2011) | Pássaro, a partir de Maurice Maeterlinck (2010) | A Colecção de Discos (2010) | Chegadas (2010)  | Passeio ao Norte (2008) | Desaparecimento de uma Cidade (2007) | No 33 (2007) | Walden, a partir de Henry David Thoreau (2006) | Exaustos (2005) | Nós, Aqui, Agora (2005)  | De Fora (2005)  | 3.Elvira3 (2004) | Cinzento Grey (2003) | Lugar Nenhum – quatro dias de uma jornada para a utopia (2002)

Escrita em Colaboração

Skyscapes – todas as direcções (2002) – escrito em coautoria com Susana Gonçalves. | Tua (2001) – escrito em coautoria com Susana Gonçalves.

Textos para Download

Labor #1 (.pdf 783KB)