Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

BRITO, Alberto Moreira da Rocha (1885-1955)

Professor da Faculdade de Medicina

Naturalidade - Campinas (São Paulo, Brasil), 19.7.1885 - Porto, 5.3.1955.

Filiação - José Moreira da Rocha Brito e Batistina de Faria da Rocha Brito.

Matrículas - Matemática, 1904; Filosofia, 1905; Medicina, 1907.

Graus - Bacharel, 6.8.1912.

Cadeiras - Clínica Médica (1911-1914), 1º assist. provisório; Clínica Psiquiátrica (1914-1915), 1º assist. provisório; Clínica Médica (1915-1917), 1º assistente; História e Filosofia Médicas... (1917), prof. ordinário; Dermatologia  e Sifiligrafia (1917-1936), prof. ordinário; Patologia Médica (1936-1942), prof. ordinário; Clínica Médica (1942-1955), prof. catedrático.

Jubilação - Em 1.9.1955.

Cargos
- Director do Serviço de Clínica Dermatológica e Sifiligráfica (10.11.1926); Director de Clínica dos Hospitais da Universidade (15.1.1937); Bibliotecário da Faculdade de Medicina (18.8.1939-26.7.1940); Director do Laboratório de Química Biológica (12.11.1941); Bibliotecário da Faculdade de Medicina (1.6.1945-1947).

Publicações - Deixou um grande número de artigos publicados em revistas científicas, não só sobre Medicina como ainda sobre História. Citem-se entre as restantes obras: O primeiro dia d’ aula, a primeira casa, o primeiro lente, o primeiro livro... (Coimbra, 1935); As epidemias no século XVI e as Câmaras de Coimbra (Lisboa, 1936); A Faculdadede Medicina no século XVI (Coimbra, 1937); Horas Coimbrãs (Coimbra, 1944).

Observações
- Provedor da Misericórdia de Coimbra em 1915-1917. Mobilizado como Capitão Médico miliciano em 1917-1918. Encarregado pelo Ministro do Trabalho de estudar no Brasil a organização das leprosarias em 12.9.1922. Regeu a cadeira de Hidrologia Geral do curso de Climatologia e Hidrologia em 1931. Fundou no mesmo ano a Revista de Dermatologia e Sifiligrafia, que teve curta existência. Em 1954 relançou a revista Coimbra Médica, que estava inactiva desde 1948. Iniciou na Faculdade de Medicina as excursões de estudo às estâncias minero-medicinais de Portugal e Galiza e aos sanatórios de montanha e marítimos. Presidente da Junta de Inspecção aos Funcionários Civis Tuberculosos de Coimbra. Presidente da junta de Província da Beira Litoral. Sócio do Instituto de Coimbra. Sócio honorário da Academia de Ciências, Artes e Letras de Lyon, e da Sociedade de Ciências Médicas de Lisboa, Presidente da Alliance Française de Coimbra. Oficial da Legião de Honra. Foi director do jornal O Bom Combate, dedicado à luta contra a tuberculose.

Nota: O excerto apresentado foi retirado da obra Memoria Professorum Universitatis Conimbrigensis, com a autorização do Prof. Doutor Augusto Rodrigues, editor literário.

[Voltar] [Obras do autor]