Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Práticas de Arquivo em Artes Performativas

Edição de monografia sobre a relação entre o arquivo e as artes performativas na contemporaneidade
15 dezembro, 2019
Capa "Práticas de Arquivo em Artes Performativas"
Capa "Práticas de Arquivo em Artes Performativas"

A relação entre o arquivo e as artes performativas tem vindo a ocupar um lugar de destaque no pensamento contemporâneo, desdobrando-se em diversas vertentes: o arquivo como processo, a performatividade do arquivo, o arquivo das práticas e o arquivo como prática. Este volume agrega perspetivas sobre o que constitui o arquivo na contemporaneidade, mostrando como este se constrói, dissolve e simultaneamente se materializa em formas de memória e em experiências incorporadas. O arquivo apresenta-se assim como uma categoria que se multiplica no discurso de colecionadores, arquivistas, investigadores, programadores, artistas e espectadores. Como universo plural, presente no discurso filosófico e historiográfico, traduz-se em documentos e em enunciados, continuamente arquivado e revificado, num movimento em se perdem e se ganham histórias. A leitura do índice deste livro é reveladora da abrangência temática e do olhar panorâmico que se procura lançar sobre as práticas de arquivo, em diversas inscrições disciplinares (performance, dança, teatro, música), em contexto nacional e em diálogo internacional.

Este volume da coleção Olhares nasce do colóquio internacional "Práticas de Arquivo em Artes Performativas" que aconteceu em novembro de 2017 entre Coimbra e Porto, promovido pelo Centro de Estudos Interdisciplinares do Séc. XX (CEIS20/UC), Instituto de História da Arte (IHA/Nova), Fundação GDA, Teatro Académico de Gil Vicente e Teatro Nacional São João | Centro de Documentação MSBV.

Os autores Ana Bigotte Vieira, Ana Maria da Assunção Carvalho, Ana Sofia Patrão, André Marcos Heitor, Andreia Nogueira, António de Sousa Dias, Berta Muñoz Cáliz, Carla Fernandes, Carlos Manuel Oliveira, Catarina Saraiva, Cláudia Madeira, Daniela Salazar, David dos Santos, Fernando Matos Oliveira, Filipe Figueiredo, Frederico Dinis, Hélia Marçal, Janaína Behling, João dos Santos Martins, José Abreu, Louis van den Hengel, Luísa Roubaud, Maria João Brilhante, Maria João Guardão, Marta Blanco, Paula Caspão, Paulo Estudante, Ricardo Seiça Salgado, Sibylle Omlin, Soraia Simões de Andrade e Thiago Arrais.

O lançamento do livro aconteceu no passado dia 22 de setembro, em plataforma online, e contou com a presença dos coordenadores da edição Cláudia Madeira, Fernando Matos Oliveira e Hélia Marçal, bem como de alguns autores e vários membros do público.