Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Oficina Dialética de Encenação

Orientada por Marco António Rodrigues

Oficina Marco António

O foco desta oficina dirigida a encenadores ou estudantes de encenação foi investigar a arte e ofício da encenação teatral dirigida para interpretação e para a escrita cénica. A gramática cénica: sintaxe a partir de Constantin Stanislavski e Maria Knebel. Stanislavski e Brecht: circunstâncias de aproximação e complementaridade para a escrita cénica. Análise ativa a partir de dois fragmentos de Terror e Miséria do III Reich, de Bertolt Brecht, a saber: “A Comunidade Nacional” e “O agente”. Trabalho de criação cénica, tendo como ponto de partida os dois fragmentos referidos, visando a criação de uma cena original. Os participantes tiveram como competências a análise de circunstâncias referidas no texto; análise de circunstâncias históricas e contemporâneas; análise ativa através de ações físicas; reinvenção do texto na forma de cena, performance ou intervenção. Os atores do Teatrão fizeram parte da oficina, trabalhando com os encenadores participantes.


A oficina decorreu de 30 de março a 2 de abril de 2020.

Consulte mais informações no Dossiê da oficina.


Organização
O Teatrão

Colaboração LIPA — Laboratório de Investigação e Práticas Artísticas