Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Oficina Formativa | 

Como integrar a perspetiva de género na investigação de forma transversal e sistemática 



banner

Destinatários/as

Docentes ou Investigadores/as interessados/as em potenciar a integração da perspetiva de género na respetiva área científica 

Duração 

6 horas (2 sessões de 3 horas) 

Data e horário

16 e 17 de Setembro, entre as 14:30 e as 17:30.

Modalidade

Presencial (adaptável para o formato à distância via Zoom)

Coordenadora

Mónica Lopes (CES/UC)

Objetivo geral

Pretende-se, através de ferramentas práticas, reforçar competências para a integração da dimensão de género na investigação de uma forma transversal e sistemática, potenciando o papel dos/as participantes enquanto agentes facilitadores/multiplicadores da incorporação desta perspetiva na investigação produzida na UC em diferentes áreas científicas. 

Objetivos específicos: 

  • Reforçar a compreensão sobre as relações entre género e ciência/conhecimento científico; enquadrar a relevância da integração da perspetiva de género nas agendas de política internacional e europeia para a investigação; 

  • Capacitar para a identificação e correção de enviesamentos (de género e outros) que influenciam a produção de conhecimento;

  • Partilhar e explorar experiências de integração da perspetiva de género em diferentes áreas científicas (boas práticas, limitações e dificuldades); 

  • Fornecer instrumentos e ferramentas para a incorporação da perspetiva de género na investigação (designadamente nas candidaturas a financiamento).

Metodologias:

A oficina combina a exposição de conteúdos e o envolvimento coletivo na discussão com a utilização de métodos ativos e colaborativos, privilegiando-se a participação ativa dos/as docentes/investigadores, por forma a potenciar um processo de aprendizagem reflexivo promotor do reforço de competências para a integração das questões de género nas práticas académicas. Para o efeito, além da exposição de contributos concetuais, privilegia-se a análise de casos práticos de integração da perspetiva de género nas diferentes áreas científicas através de metodologias participativas (estudos de caso, grupos de trabalho, brainstorming).

Conteúdos

  • Género e investigação científica – O quê e porquê?

    • Conceitos-chave e definições: Sexo e género; desigualdade e igualdade de género; enviesamentos de género; invisibilidade de género (na ciência)

    • Relevância da integração da dimensão de género na investigação e inovação: o caráter genderizado do conhecimento científico; contributo e valor acrescentado da análise de género na investigação

    • A igualdade entre mulheres e homens nas agendas de política internacional e europeia para a investigação: Espaço Europeu da Investigação (EEI) e Programas-Quadro de Investigação (Horizonte 2020)

  • Género e investigação científica – Como?

  • Investigação com dimensão de género (gender mainstreaming) Versus Investigação específica de género 

  • O ciclo de investigação sensível ao género

  • Participação de mulheres e homens na investigação

  • Igualdade de género nos conteúdos de investigação: ideias, questões e hipóteses de investigação; conceção do projeto e metodologia; implementação da pesquisa (instrumentos de recolha de informação e análise de dados); disseminação (reporte dos dados)

        Facilitadoras

        Mónica Lopes, Virgínia Ferreira e Lina Coelho

        Para mais informações sobre esta oficina formativa, por favor contacte Mónica Lopes (monica@ces.uc.pt). 

        Informações sobre o SUPERA podem ser obtidas nas seguintes ligações: https://www.uc.pt/supera, https://www.superaproject.eu/

        Logótipos