SASUC

Projeto "Porta a Porta" requalifica 12 espaços para estudantes

29 setembro, 2022≈ 3 mins de leitura

Projeto “Porta a Porta” requalifica 12 espaços para estudantes

A Direção-Geral da Associação Académica de Coimbra (DG/AAC) e os Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra (SASUC) apresentaram ontem os resultados do projeto “Porta a Porta”. Ao longo dos últimos meses, as duas entidades trabalharam em conjunto para requalificarem 12 residências da Universidade de Coimbra. O presidente da DG/ AAC, João Pedro Caseiro, assumiu que este trabalho de cooperação tem servido para resolver os problemas de ação social, apesar de não deixar de frisar que ainda há muito trabalho para fazer.

Meio milhão investido

Num investimento que rondou cerca de meio milhão de euros, o administrador dos SASUC, Nuno Correia, frisou que este projeto desenvolvido pela DG/AAC veio reforçar os apoios sociais. “Os SASUC, desde 2019, têm uma ligação próxima com os estudantes responsáveis das residências mas, o projeto “Porta a Porta” veio intensificar o trabalho que os SASUC desenvolvem”, esclareceu. O relatório do projeto “Porta a Porta” apre - sentou um conjunto de problemas nas 12 residências. Alertas como janelas danificadas, falta de equipamento de cozinha, pouca pressão nos chuveiros ou falta de pontos de internet foram relatados e, posteriormente, resolvidos. Foram ainda pintadas paredes, arranjados móveis ou substituídos 170 colchões. O vice-presidente da DG/AAC, Daniel Aragão, aproveitou para realçar o trabalho que a Académica voltou a ter na área social. “A AAC voltou a ter um trabalho de ação social que se reflete com impacto na vida dos estudantes. A DG/AAC deve resolver os problemas sociais dos estudantes, mais do que fazer anúncios políticos”, reiterou. João Caseiro aproveitou o momento para relembrar ainda o regresso do prato social às cantinas rosas, no Polo I. e| A.C.M.

in Diário As Beiras de 24.09.2022

Partilhe