Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

CAMPANHA “MENOS É IGUAL A MAIS” MONITORIZA O DESPERDÍCIO NAS UNIDADES ALIMENTARES

Na semana de 11 a 15 de outubro foi realizada uma nova pesagem de desperdícios.
28 outubro
Fotografia tirada antes da pandemia de Covid-19.
Fotografia tirada antes da pandemia de Covid-19.
© © UC | Sérgio Brito

A campanha de combate ao desperdício alimentar "Menos é Igual a Mais", promovida pelos Serviços de Ação Social da Universidade de Coimbra (SASUC), nasceu em abril de 2015. A iniciativa visa sensibilizar todos os membros da comunidade universitária para a utilização racional dos recursos disponíveis e para a adoção de comportamentos de consumo responsáveis nas cantinas e bares da Universidade de Coimbra (UC), nomeadamente o ajustamento das porções às necessidades individuais, a adoção de métodos de confeção promotores da eficiência na utilização dos alimentos e a monitorização do desperdício.

Os dados da primeira monitorização estimaram o desperdício alimentar nas cantinas da UC em 8 toneladas mensais. Em outubro de 2016 o valor já tinha descido para metade. Em 2018, a metodologia de análise de desperdício foi revista, tendo passado a ser considerado o indicador índice de restos (IR): a relação entre o que o utente consome durante a refeição face ao que lhe foi realmente servido.

Desde então, os SASUC fazem regularmente a monitorização do desperdício alimentar nas unidades de alimentação, através da colocação de balanças onde os alimentos não consumidos pelos utilizadores das cantinas são pesados.

Assim, na semana de 11 a 15 de outubro de 2021, foi realizada uma nova pesagem de desperdícios nas Unidades Alimentares em funcionamento. Foi reportado um desperdício de 338,25 Kg num total de 11478 refeições servidas, o que representa um desperdício per capita de 29,4g e um índice de restos de 2,94%.

O Índice de Restos (IR) é um indicador de qualidade, pois a adoção deste indicador permite medir a qualidade das refeições servidas e a correta adaptação da ementa às necessidades e satisfação da população Universitária. Assim, quando o IR é baixo, é possível concluir que o prato corresponde a uma das preferências dos utentes, ao mesmo tempo que indica valores de desperdício muito baixos.

Refira-se ainda que a campanha “Menos é Igual a Mais” foi distinguida em 2015 com o selo PratØ (lê-se prato zero) de reconhecimento de boas práticas de prevenção do desperdício alimentar e foi finalista, em 2016, dos Food & Nutrition Awards e, em 2017, dos Green Project Awards.

Paralelamente à campanha, a equipa dos SASUC adotou também outras práticas e comportamentos responsáveis, tais como, a confeção planeada das quantidades e produtos a disponibilizar; a confeção de batatas com casca; o aproveitamento da casca da maçã na salada de fruta e dos talos da couve e alface na confeção da sopa; a introdução na ementa de sobremesa do pudim Molotov que aproveita as claras de ovo; o aproveitamento de pão em torradas, pão ralado e croutons; e a criação de novos produtos que decorram de aproveitamento de alimentos (Xiribitatatatá; Época de Recurso e Honoris casca);

Recorde-se que a Universidade de Coimbra assumiu um firme compromisso para com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 das Nações Unidas, através da adoção plena de estratégias de gestão sustentável das suas atividades e recursos e de responsabilidade social na sua atuação. De entre os vários objetivos a atingir no caminho do desenvolvimento sustentável, a UC assumiu a ambição de ser o primeiro estabelecimento de ensino superior público português a atingir a neutralidade carbónica até 2030, através do desenvolvimento de uma estratégia de sustentabilidade ambiental e da consciencialização da comunidade para o impacto da mudança de comportamentos no combate às alterações climáticas. Todas as informações sobre desenvolvimento sustentável na UC podem ser encontradas em uc.pt/sustentabilidade.