Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Semana da Responsabilidade Social 2020


2020-2030 A DÉCADA DA SUSTENTABILIDADE é o mote da Semana da Responsabilidade Social 2020, que, pela primeira vez, decorrerá online, através da Plataforma HOPIN, escolhida pelas Nações Unidas para acolher em 2020 dois dos seus grandes eventos anuais [UN Global Compact Leaders Summit e UN Global Compact Uniting Business LIVE] e contará com dois grandes Fóruns:

#Call4Impact | Inscrições aqui!

#Call2Action | Inscrições aqui!

A Conferência Inaugural, que decorrerá no dia 16 de novembro, às 09h30, promoverá um debate aberto e plural, no âmbito da Década da Ação, abordando o modo como Portugal poderá assumir os próximos dez anos como uma oportunidade para construir um futuro mais sustentável, nas perspetivas económica, social e ambiental. António Costa Silva, Chairman of the Management Board | Partex, Oil and Gas, será o keynote speaker da conferência conduzida por Mário Parra da Silva, Presidente da Direção da APEE e Presidente da GCNP. 

Esta sessão conta com a participação do Magnífico Reitor da Universidade de Coimbra, Amílcar Falcão.

Seguir-se-ão 29 outras sessões, coorganizadas por empresas, organismos públicos, municípios, instituições de ensino, fundações, associações e ONGs que, em conjunto, contribuirão ativamente para uma semana de reflexão aprofundada sobre Sustentabilidade, no âmbito da Agenda 2030 da ONU. Serão abordados temas tão atuais como Finanças Sustentáveis, Smart Cities, Consumo e Produção Sustentável, Sustainable Procurement, Descarbonização da Indústria, Oceano Sustentável, Ética, Normalização e Cultura, entre outros, sendo que a APEE e a GCNP, pela génese da sua atuação em Portugal, promoverão 3 sessões dedicadas a programas de alto impacto do United Nations Global Compact, concebidos para, a nível mundial, trabalhar três temas fundamentais:

▪ Implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no core business das empresas;

▪ Limitar o aumento da temperatura global a 1.5oC, através da definição de metas de descarbonização no seio das empresas com base em science based targets, internacionalmente reconhecidos;

▪ Definição de metas ambiciosas ao nível da representação equilibrada na gestão de topo das empresas.