Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO
Alunos

4ª Edição da Académica Start UC tem três Vencedores

12 outubro
Fotografia UC: © UC | Paulo Amaral
Fotografia UC: © UC | Paulo Amaral

Já são conhecidos os vencedores da 4.ª edição da Académica Start UC – Rede de Embaixadores para o Empreendedorismo, o projeto de “sensibilização, educação e formação dos estudantes da Universidade de Coimbra (UC) para a inovação e empreendedorismo”. A edição contou, pela primeira vez, com a participação de estudantes de Doutoramento e aliou aos habituais temas de inovação e empreendedorismo, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da agenda 2030 das Nações Unidas.

Para o Reitor da UC, existe, em Coimbra, “uma universidade fora da universidade” na qual “o papel da AAC, da cidade e dos parceiros” são “uma componente muito forte”. De acordo com Amílcar Falcão, “aquilo que mais orgulho deve dar a uma universidade é que os seus estudantes, quando saem, o façam bem formados, como seres humanos, como técnicos e profissionais qualificados, tenham uma boa empregabilidade, tenham as soft skills necessárias ao longo da vida, e este é um tipo de atividade que o faz, entre outras que temos”.

Rita Damasceno, da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da UC, foi uma das galardoadas na 4.ª Gala da Académica Start UC. “É sobretudo o reconhecimento do trabalho que fizemos ao longo do ano”, sublinha a estudante de mestrado em Psicologia das Organizações e do Trabalho. “Apesar de ter sido um ano atípico, que nos obrigou a reformular todo o trabalho a meio”, acrescenta Rita Damasceno. Quanto à Académica Start UC, Rita Damasceno recomenda “a outros colegas e estudantes”. “É um projeto que merece ser continuado. Não só embaixadores, mas todas as equipas associadas aprendem bastante”, afirma.

A mesma ideia é partilhada por outra das vencedoras. Maira da Veiga, surpreendida com a distinção ficou “muito feliz”. “A expetativa é que se continue e que os próximos embaixadores venham com a mesma garra e vontade, e que saiam também vencedores”, acredita. Para a estudante de Antropologia na Faculdade de Ciências e Tecnologia da UC, a esperança é que “este tipo de projetos tenha ainda mais importância dentro da academia, não só na UC mas noutras universidades”. Maira da Veiga garante que “só trouxe benefícios para nós embaixadores e para a nossa comunidade. Seria bom continuar a impulsionar a alimentar este tipo de projetos”.

O terceiro vencedor foi Diogo Correia, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UC, que esteve presente na cerimónia através da plataforma Zoom. O estudante do programa doutoral de Sistemas e Transportes “no início não sabia ao certo o que esperar”, no entanto, a Académica Start UC “foi a aposta mais acertada para conhecer e participar na minha academia”. Diogo Correia sublinha o “projeto fantástico” e garante que “o maior prémio, para mim, foi a possibilidade de conhecer as pessoas com quem trabalhei”.

Os vencedores vão agora ter oportunidade de efetuar um curso de empreendedorismo numa universidade internacional.

Marta Costa e Karine Paniza