Investigação

Resultados do projeto ReSEt apresentados em seminário

20 dezembro, 2021≈ 6 mins de leitura

Decorreu na passada sexta-feira, 17 de dezembro, na Incubadora de Empresas da Figueira da Foz, o Seminário de apresentação dos resultados do projeto ReSet, Restauro de Sapais Estuarinos com vista à sustentabilidade, integrado no UC Mar. A equipa é constituída por 15 investigadores do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente das universidades de Coimbra (MARE-UC) e de Lisboa (MARE-UL), e do Instituto para a Sustentabilidade e Inovação em Engenharia Estrutural (ISISE) e do Departamento de Ciências da Terra da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UC.

O ReSEt – Restauro de Sapais Estuarinos com vista à sustentabilidade, pretende potenciar a proteção e restauro de sapais estuarinos do Mondego e a sua biodiversidade, numa perspetiva de preservação e utilização sustentável de recursos e da valorização dos serviços fornecidos por estes ecossistemas.

Este projeto, iniciado em 2019 e que se estende até ao final de 2021, desenvolvido no Laboratório MAREFOZ da Universidade de Coimbra, consiste na instalação na margem direita do rio Mondego, na Figueira da Foz, de quatro células experimentais construídas com técnicas de ecoengenharia: uma paliçada de madeira, uma tela de geotêxtil, sacos de geotêxtil com areia e uma zona de plantas autóctones, para avaliar qual delas promove uma maior taxa de sedimentação.

Conclusões:

. maior taxa de sedimentação na célula de saco geotêxtil com areia, o custo é muito elevado e causa um grande impacto no ambiente;

. a tela geotêxtil é de fácil instalação, mas é um material muito caro e necessita de muitas manutenções;

. a solução mais adequada e prática de aplicar é a paliçada de madeira;

Principais objetivos estratégicos:

. restauro de habitats costeiros;

. revitalização da biodiversidade;

. “Outreach” e ciência cidadã para o incentivo da pesca sustentável.

Medidas a implementar:

. minimizar as perdas de biodiversidade de espécies e habitats;

. visar a manutenção dos ecossistemas;

. reforço dos mecanismos que poderão assegurar a identificação e resposta atempada às mudanças na biodiversidade devido às alterações climáticas.

O projeto científico inclui ainda uma investigação sobre a possibilidade de proteção e conservação da fauna autóctone do estuário do Mondego, utilizando um tanque de aquacultura como viveiro. As espécies mais observadas são o Pomatoschistus sp., Altherina sp., Syngnathus sp., Anguilla anguilla, Crangon crangon, Palaeomon varians e o Carcinus maenas.

O Seminário contou ainda com a apresentação dos projetos ALGADEPUR e OtimO.

O projeto ALGADEPUR – Aquacultura Multitrófica Integrada como veículo de sustentabilidade visa desenvolver uma tecnologia de tratamento de efluentes de aquacultura eficiente, prática e baixa manutenção para pequenas/médias aquaculturas, tornando o setor mais sustentável e ecológico e contribuindo para a valorização de recursos e o desenvolvimento económico da região.

Conclusões:

. grande crescimento das algas selecionadas no estudo;

. redução dos nutrientes da água da aquacultura;

Por sua vez, o objetivo do projeto OtimO – Otimização dos projetos de produção de Ouriço-do-mar, é o desenvolvimento e validação de um modelo inovador de produção de ouriço-do-mar (Paracentrotus lividus), visando a economia azul com base na transferência de conhecimento I&D para o setor económico através de inovação, promovendo a diversificação e aumento de competitividade da economia das zonas costeiras, e potenciando o desenvolvimento local assente no empreendedorismo, criação de emprego sustentável e inovação social.

Conclusões:

. grande crescimento das algas utilizadas;

. desenvolvimento intenso de ouriços-do-mar com a utilização das algas;

. com esta investigação foi possível encontrar uma parceria, com uma empresa que vai começar a trabalhar na produção de ouriço-do-mar;

Clique aqui para ver as notícias publicadas na Comunicação Social.

Resultados projeto ReSEt:

ReSEt (7 MB)

Apresentação dos projetos ALGADEPUR e OtimO:

ALGADEPUR (5 MB)
OtimO (3 MB)
Partilhe