a carregar...

UC.PT

Prémio UC

  • RuiNery

    Prémio UC 2018

    Rui Vieira Nery distinguido com o Prémio UC 2018. O musicólogo e historiador cultural é atualmente o diretor do Programa Gulbenkian de Língua e Cultura Portuguesa.

Prémio Universidade de Coimbra


Rui Vieira Nery é o vencedor do Prémio UC 2018

Nascido em 1957, em Lisboa, Rui Vieira Nery tem prestado, ao longo do seu percurso profissional e académico, um contributo central na salvaguarda, promoção e fruição da cultura portuguesa e no desenvolvimento das atividades artísticas em Portugal. Musicólogo, historiador e gestor cultural, é a personalidade distinguida em 2018 com o Prémio Universidade de Coimbra.

Rui Vieira Nery é licenciado em História pela Faculdade de Letras de Lisboa e doutorado em Musicologia pela Universidade do Texas em Austin. É docente no Departamento de Ciências Musicais na Universidade Nova de Lisboa e no Departamento de Música da Universidade de Évora, e orientou um vasto número de mestrados, doutoramentos e pós-doutoramentos em universidades portuguesas, espanholas e francesas.

O galardoado com o Prémio UC 2018 é ainda, enquanto musicólogo, autor de diversos estudos sobre História da Música Portuguesa, dos quais dois receberam o Prémio de Ensaísmo Musical do Conselho Português da Música, em 1984 e 1992. Assinou ainda numerosos artigos científicos publicados em revistas e obras especializadas, nacionais e internacionais, e exerce atividade como conferencista tanto em Portugal como noutros países da Europa, nos Estados Unidos e no Brasil.

Investigador do Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos de Música e Dança (INET-MD) e do Centro de Estudos de Teatro (CET – Faculdade de Letras de Lisboa), é, desde 2012, o diretor do Programa Gulbenkian de Língua e Cultura Portuguesas.

Por serviços prestados ao estudo da Cultura Portuguesa, foi-lhe concedida, em 2002, a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique, pelo Presidente da República.




O “Prémio Universidade de Coimbra” é atribuído anualmente desde 2004 a uma personalidade de nacionalidade portuguesa que se tenha destacado por uma intervenção particularmente relevante e inovadora nas áreas da cultura ou da ciência.

É constituído por um Diploma e por uma dotação em dinheiro no valor de 25.000 euros (vinte e cinco mil euros).




Patrocínio: Santander Universidades

Apoio: Jornal de Notícias