a carregar...

SIBUC

Serviço Integrado das Bibliotecas da Universidade de Coimbra

Fundo Documental

Do vasto acervo de obras que integram a Alma Mater - Biblioteca Digital de Fundo Antigo da Universidade de Coimbra - existem importantes núcleos que integram o rico património bibliográfico e documental das bibliotecas de diversas faculdades, como é o caso da Faculdade de Direito, da Faculdade de Letras, da Biblioteca de Botânica do Departamento de Ciências da Vida da Faculdade de Ciências e Tecnologia e da Biblioteca Geral.

Faz parte do espólio da Biblioteca da Faculdade de Direito de Coimbra uma coleção de Livro Antigo, constituída, na sua maioria, por obras recebidas da livraria do antigo Colégio de São Pedro, tendo-se optado por apresentar, numa primeira fase, um conjunto de obras que compreende preferencialmente autores portugueses formados pela Universidade de Coimbra, e alguns outros diplomados no estrangeiro que, pela notoriedade alcançada, para aqui foram atraídos, como sejam Manuel da Costa e Aires Pinhel. Os autores portugueses estão, na sua esmagadora maioria, intimamente ligados às velhas Faculdades de Leis, Cânones, e à Faculdade de Direito.

Na Biblioteca da Faculdade de Letras evidenciam-se, como obras mais significativas, e já digitalizadas, vários manuscritos de Almeida Garrett; um manuscrito sobre as regras das freiras do Mosteiro de Santa Clara, intitulado “Regra de Santa Clara”, cartas autografadas, como a de Honoré de Balzac ou, ainda, obras que contêm desdobráveis com projetos de fortificações, como a de Luís Serrão Pimentel no “Método lusitano de desenhar as fortificações das praças regulares e irregulares…”

Na Biblioteca de Botânica encontra-se um conjunto de livros antigos, manuscritos e parte dos espólios dos botânicos Avelar Brotero, Júlio Henriques, Luís Carrisso, entre outros, constituídos por correspondência manuscrita, fotografias, desenhos, etc.

Na Biblioteca Geral destacam-se, entre tantos, alguns documentos iconográficos e cartográficos, como sejam as plantas de Guilherme Elsden relativas às obras da Universidade no tempo da reforma pombalina, ou a gravura (que pode ser vista em grande formato) de um projeto para o Jardim Botânico feito em Inglaterra e enviado de presente à Universidade, por Jacob de Castro Sarmento.

A República Digital é um repositório temático que, como todo o resto da Alma Mater, está em suporte electronico e é de acesso livre, que inclui um conjunto diversificado de documentação disponível na rede de bibliotecas da Universidade de Coimbra, incluindo a Biblioteca Geral, e na Biblioteca Municipal da cidade. Há manuscritos inéditos ou pouco conhecidos, correspondência inédita, fotografias do início do século passado, jornais, manifestos, revistas científicas e trabalhos universitários, que são representativos das transformações políticas, sociais, científicas e artísticas, relacionados com a República em Portugal, com particular destaque na sua expressão na cidade de Coimbra, como sejam os volumes das “Memórias” e as fotografias do Coronel Belizário Pimenta, o fundo Armando Cortesão guardado durante muito tempo na Biblioteca Geral, ou os periódicos "Gazeta de Coimbra", "Ultimato", "Resistência" e "Revolta", entre outros, em parte das colecções da Biblioteca Municipal.