Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Bolsas e Bolseiros/as de Doutoramento

Vou candidatar-me a uma bolsa de doutoramento (por exemplo, na FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia). O que fazer na UC?
  A UC é a instituição de acolhimento onde pretende realizar o doutoramento, pelo que os prazos e regras para a candidatura são definidas pela instituição que abre o concurso de bolsas.
A UC dispõe de regulamentação própria para os/as Estudantes de doutoramento candidatos/as a bolsa ou bolseiros/as?
  Sim, estas matérias estão previstas no Regulamento Académico da UC disponível para consulta em http://www.uc.pt/academicos/regulamentos, destacando-se o Artigo 215.º.
Tenho de informar a UC que me candidatei a uma bolsa?
  Sim. Após uma inscrição o plano de pagamento de propinas é configurado automaticamente nos termos gerais definidos para a propina: prestações mensais e cálculo de juros de mora, e portanto, esta situação só pode ser alterada depois de comunicar aos Serviços que aguarda resultado de uma bolsa.
Como informar a UC desta minha condição?
  Através do InforEstudante, utilizando o pedido Balcão Académico » Requerimentos » [Alun@s] Entrega de comprovativo de bolsa (pedido inicial ou renovação). É obrigatório anexar evidência da candidatura à bolsa ou a Declaração regulamentar que prevê o tempo destinado à bolsa e o montante a transferir para a UC, caso a mesma já esteja disponível.
Qual o prazo para fazer essa comunicação?
 

Para Bolseiros/as FCT:

  • Pedido Inicial (1.º ano de bolsa): até 30 de novembro ou até 15 dias seguidos à data da inscrição, se a mesma ocorrer mais tarde.
  • Comprovação de renovação: até 31 de maio.

Para Outros/as Bolseiros/as:

  • Pedido inicial e comprovação de renovação de bolsa: até 30 de novembro ou até 15 dias seguidos à data da inscrição, se a mesma ocorrer mais tarde.

Após a data da comunicação da decisão relativa à candidatura a bolsa ou renovação da mesma, os/as estudantes têm 30 dias seguidos para apresentar declaração com essa informação, mediante requerimento no Inforestudante.

Como provar que fui aceite no doutoramento da UC?
 

Após formalizar a candidatura ao doutoramento pretendido (via InfoEstudante) e passar pelo processo de validação e avaliação da mesma, caso fique COLOCADO/A, vai poder matricular e inscrever-se. Após lacrar a inscrição passa a beneficiar da condição de Estudante da UC e pode emitir o CERTIFICADO MULTIUSOS eletrónico.

Para saber mais sobre o Certificado Multiusos clique Aqui »

Como obter a minha Carta de Aceitação?


A carta de aceitação serve habitualmente para comprovar que o/a candidato/a foi aceite no doutoramento por instituição. Na UC, após colocação, matrícula e inscrição no curso, pode gerar a sua carta de aceitação na Universidade de Coimbra. Pode ainda gerar o Certificado Multiusos, que comprova a inscrição efetiva na Universidade.

Para saber mais sobre o Certificado Multiusos clique Aqui »

Sou estrangeiro/a e preciso da Carta de Aceitação. Como obter?
 Sobre a carta de aceitação nesta situação, consulte estas questões AQUI »
Posso ter uma inscrição condicional?
  Não. Quando um/a Estudante se inscreve está a requerer a prestação de um serviço público de ensino, neste caso da UC, ficando sujeito/a ao consequente plano de pagamento de propinas.
Só pretendo continuar o doutoramento se conseguir bolsa. Que opções tenho?
  Se necessita estar inscrito/a para efetuar candidatura a uma bolsa, poderá considerar a possibilidade de se inscrever apenas no 2º semestre. Com esta opção é gerado o plano de pagamentos de propinas relativo ao 2º semestre, com prestações a pagar de fevereiro a junho, dando-lhe mais tempo para que possa planear e iniciar as aulas e trabalhos de doutoramento.
Posso inscrever-me apenas no 2º semestre?
 

A UC oferece essa possibilidade, mas é essencial contactar a Faculdade responsável pelo seu doutoramento de forma a avaliar se há condições para frequentar apenas o 2º semestre.

Caso se inscreva apenas nesse semestre, poderá desistir da inscrição até 31 de janeiro, sem pagamento de propinas. A taxa de inscrição é sempre devida. Pode ainda efetuar alterações de inscrição de unidades curriculares do 2º semestre até 31 de março, no InforEstudante.

Não tenho a certeza de quando vou iniciar o doutoramento. Qual o problema de me inscrever a unidades anuais ou do 1º semestre?
  Deverá ponderar bem as suas opções, pois quando seleciona unidades curriculares anuais ou do 1º semestre é gerado um plano de pagamento anual (ou do 1.º semestre) de prestações, de setembro a junho (ou de setembro a janeiro), o que implica que quando se inscreve após setembro, fica imediatamente obrigado/a ao pagamento das prestações dos meses anteriores.
Que opções tenho se a minha bolsa for Recusada ?
 

Se realizou o procedimento e os prazos anteriores, no prazo de 30 dias seguidos à comunicação dessa decisão pode optar por:

- desistir da inscrição, sem pagamento de propinas; ou
- alterar livremente a inscrição (para um semestre, tempo parcial, p.e.) com o correspondente ajuste no plano de pagamentos.

Após este prazo fica nas condições de qualquer outro/a Estudante, e portanto, sujeito/a aos prazos normais de pagamento de propinas.

O que acontece quando o ano letivo não é coincidente com o período da bolsa?
 

De acordo com o calendário letivo da UC, o ano letivo inicia-se tipicamente em setembro e termina em agosto:

- independentemente do mês em que inicia a bolsa, é sempre associada ao ano letivo que se inicia.

Não cumpri os prazos de comprovação ou outras condições referidas. O que posso fazer?
  No caso de incumprimento dos prazos ou outras condições previstas nos regulamentos da Universidade, pode apresentar requerimento de apreciação de condição de exceção devidamente fundamentado. Este será analisado e alvo de decisão, que pode ser de deferimento ou indeferimento. Contudo, este pedido está sujeito ao emolumento de 50€.