Universidade de Coimbra | www.uc.pt

link voltar a UC.PT Universidade de Coimbra
Imagem de identificação do subsite Imagem de apresentação do subsite
Imprimir Tamanho de Letra Normal Aumentar Tamanho da Letra Aumentar Tamanho da Letra

Epídico

Epídico de Plauto
Encenação: Paulo Sérgio Ferreira
Tradução e adaptação: Walter de Sousa Medeiros

Sinopse
Estratípocles vai para a guerra e encomenda ao seu escravo Epídico a aquisição da amante, Acropolístis. Para conseguir tal objectivo, Epídico tem de recorrer a um expediente – porque o seu amo não lhe deixa nem meia moeda para a transacção. Convence então Perífanes, o pai do rapaz, a acolher em sua casa a jovem, dizendo-lhe que se trata da filha de um antigo amor dele... Entretanto, em Tebas, Estratípocles apaixona-se por uma cativa e endivida-se para a adquirir... Acropolístis já não lhe interessa. É esta a situação com que Epídico se defronta no próprio dia do regresso do jovem.
Começa assim esta deliciosa peça, de uma elegante e elaborada comicidade, que não recorre a processos de riso farsesco, antes assinala um momento de calculada sobriedade. O Epídico é uma comédia que o próprio Plauto – habituado a extrair do riso do público o sustento e a razão de ser da sua glória – amava tanto como a si mesmo.

Carlos Alberto Louro Fonseca, da Introdução

Ficha Técnica
Guarda-roupa: Luísa de Nazaré Ferreira, Catarina Ferreira, Maria Manuela Silva.
Contra-regra: Alessandra Oliveira.
Luz: Pedro Santos, Ilídio Cadime.
Som: Nuno Caldeira, José Luís Coelho, Paulo Mota Gaspar, Paulo Sérgio Ferreira, Nuno Gertrudes.
Maquilhagem: Alexandra Santos, Patrícia Nunes.
Elenco
Rui Henriques (Epídico)
Bento Silva (Tesprião)
Paulo Mota Gaspar (Estratípocles)
José Luís Coelho (Queribulo)
Delfim F. Leão (Apécides)
José Luís Brandão (Perífanes)
Patrícia Nunes (Lirista anónima)
Nuno Gertrudes (Soldado fanfarrão)
Patrícia Santos (Filipa)
Alexandra Santos (Acropolístis)
Nuno Filipe José (Onzeneiro)
Mariana Matias (Teléstis)
Paulo Sérgio Ferreira (Director da Companhia)
Bruno Lourenço (Escravo do Soldado)
Carla Brás (Cântara, Escrava de Perífanes).

© University of Coimbra · 2009
Portugal/WEST GMT · S:
Símbolo de Acessibilidade à Web.Loja VirtualAviso LegalComentáriosContactosMapa do Sitevoltar ao topo
POS_C FEDER
Boas Praticas