Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Colégio da Graça | College of Graça


1

23


DenominaçãoName
Colégio da Graça
College of Graça

Ocupação atualCurrent occupation
Serviços da Liga dos Combatentes, parcialmente devolutoServices of the Liga dos Combatentes ( League of Combatants), partially unoccupied

PropriedadeOwnership
Universidade de Coimbra, Ministério da Defesa Nacional, Irmandade do Senhor dos PassosUniversity of Coimbra, Ministry of National Defence, Irmandade do Senhor dos Passos


Caracterização artística e arquitetónica

Art and Architecture

Em 1543 era lançada a primeira pedra do vasto complexo colegial, com projeto de Diogo de Castilho.

O claustro era o ponto convergente de todo o edifício, o centro vital da comunidade estudantil. Edificado em dois períodos distintos, permitia a ligação aos dormitórios, refeitórios, espaços de estudo e ao templo.

De forte configuração clássica, a igreja apresenta planta longitudinal, com nave única ladeada de capelas laterais intercomunicantes.

Entre 1828 e 1834, serviu de hospital ao serviço das tropas absolutistas. Após o encerramento ditado pela extinção das Ordens Religiosas em 1834, seria nacionalizado e incorporado na Fazenda Nacional.

Na posse da Câmara Municipal de Coimbra, o Colégio da Graça foi em 1836 cedido para aquartelamento militar, uma instituição de assistência social e outras repartições públicas. Extinto o Quartel da Graça de Coimbra, em 1998, as instalações acabariam por ser entregues à Liga dos Combatentes e a alguns serviços sociais e administrativos do Exército.

In 1543, the first stone of the vast college complex was laid. It was designed by Diogo de Castilho.

The cloister was the vital centre of the community. Built in two different periods, the cloister provided access to the dormitories, the refectories, the study rooms and the church.


The church, displaying strong classical features, has a longitudinal plan, with a single nave flanked by communicating side chapels.

The vast complex served as a hospital for the absolutist troops during the civil war (1828-1834). After the extinction of the religious orders in 1834, it was nationalised and incorporated into the National Treasury.

In 1836, the Coimbra City Council handed the College to the army, to be used as military barracks, to a social welfare institution and to several public divisions. After the extinction of the Graça Barracks, in 1998, the premises were occupied by the Liga dos Combatentes (League of Combatants) and a number of social and administrative services of the Armed Forces.



Intervenção proposta

Proposed intervention

O regresso da Universidade de Coimbra à Rua da Sofia fica marcado pela reocupação do Colégio da Nossa Senhora da Graça, primeiro através da aquisição de parte da ala do antigo dormitório e depois pela perspetiva de ocupar a restante totalidade do edifício e da cerca, até então pertencentes ao Ministério da Defesa Nacional, ficando apenas excluídos os espaços atualmente afetos ao culto, geridos pela Irmandade do Senhor dos Passos.

Está prevista a instalação de duas unidades de investigação, o Centro de Documentação 25 de Abril e o Centro de Estudos Sociais, estando a decorrer as obras para o alojamento da primeira delas.

A cerca deverá ser objeto de intervenção paisagística, enquanto percurso de atravessamento e espaço de fruição.
The return of the University of Coimbra to Sofia Street entails reoccupying the College of Our Lady of Grace by acquiring a part of the wing of the former dormitory, and eventually occupying the rest of the building and the enclosure that belong to the National Defence Ministry, excluding the church and its annexes, which will continue to be managed by the lay religious association Irmandade do Senhor dos Passos.

Two research units will be established there – the 25th of April Documentation Centre and the Centre for Social Studies. The works for the establishment of the 25th of April Documentation Centre are being carried out.

The area of the enclosure, providing passage between the different parts of the building, will be landscaped so that it can also be used as a leisure space.


4