Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Definição de Estudante Internacional

Todos os Estudantes que não tenham a nacionalidade portuguesa ou estatuto equiparado e ingressem na Universidade de Coimbra pelos seguintes regimes e concursos:

1.Concurso Especial de Acesso e Ingresso a licenciatura e mestrados integrados para Estudante Internacional »»
2.Regime de Reingresso »»
3.Regime de Mudança de Par Instituição/Curso »»
4.Candidatura a 2º ciclo »»
5.Candidatura a 3º ciclo »»
  • Os Estudantes Internacionais inscritos em 2013/2014 na Universidade de Coimbra continuarão a pagar a mesma propina dos Estudantes Portugueses e Equiparados enquanto se mantiverem inscritos na UC, sem interrupções, em algum curso conferente de grau.
  • Os estudantes que têm dupla nacionalidade (portuguesa ou de um estado membro da UE) pagam também a propina de Estudante equiparado a Nacional. Não podem, contudo, candidatar-se ao concurso especial para estudantes internacionais.
pto_exclamacao
São Estudantes Nacionais ou Equiparados:
1.Os Estudantes de nacionalidade portuguesa.
2.Os nacionais de um estado membro da União Europeia (UE).
3.Os familiares de portugueses ou de nacionais de um Estado membro da UE, independentemente da sua nacionalidade.
4.Os que, não sendo nacionais de um Estado membro da UE e não estando abrangidos pela situação anterior, residam legalmente em Portugal há mais de 2 anos, de forma ininterrupta, em 1 de janeiro do ano em que pretendem ingressar no ensino superior, bem como os filhos que com eles residam legalmente. Não conta para este efeito o tempo de residência com visto de estudos.
5.
Os que sejam beneficiários, em 1 de janeiro do ano em que pretendem ingressar no ensino superior, de estatuto de igualdade de direitos e deveres atribuído ao abrigo de tratado internacional outorgado entre o Estado Português e o Estado de que são nacionais.
6.
Os cidadãos estrangeiros que ingressem no ensino superior português ao abrigo dos Regimes Especiais de acesso, no âmbito do Concurso Nacional de Acesso:
 a. Cidadãos de países africanos de expressão portuguesa;
b. Naturais e filhos de naturais de Timor Leste;
c. Funcionários estrangeiros de missão diplomática acreditada em Portugal e seus familiares aqui residentes, em regime de reciprocidade.
7.Os estudantes de mobilidade internacional, ao abrigo de um acordo de intercâmbio com esse objetivo;