Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Concurso Estímulo ao Emprego Científico Individual 2018

20 dezembro, 2018
fct
© https://www.fct.pt/noticias/index.phtml.pt?id=400&/2018/12/Concurso_Est%C3%ADmulo_ao_Emprego_Cient%C3%ADfico_Individual_2018

As candidaturas à segunda edição do Concurso Estímulo ao Emprego Científico Individual 2018 irão decorrer até ao dia 20 de fevereiro de 2019. O concurso prevê a contratação de 300 investigadores, em quatro níveis – júnior, auxiliar, principal e coordenador.

Podem candidatar-se os doutorados em todas as áreas científicas que pretendam realizar a sua atividade de investigação científica ou de desenvolvimento tecnológico em Portugal, integrados em unidades de I&D financiadas pela FCT. Na sua candidatura, os investigadores deverão indicar qual será a sua instituição de acolhimento e esta tem de se associar à respetiva candidatura até 6 de março de 2019. Só assim as candidaturas serão consideradas como completas. 

A avaliação é realizada por um painel internacional de reconhecido mérito. O percurso científico do candidato, com ênfase nos últimos 5 anos compõe 70% da avaliação, e o plano de investigação proposto corresponde aos restantes 30%. O plano de investigação deve ser enquadrado na Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas. Os investigadores selecionados são contratados pela instituição de acolhimento identificada, através de financiamento da FCT.

O Concurso ‘Estímulo ao Emprego Científico Individual 2018’ é um dos mecanismos de financiamento previstos no Regulamento do Emprego Científico, lançado pela FCT em 2017 com o objetivo de apoiar o reforço sistemático do emprego científico no SCTN, aumentando as vias e oportunidades de emprego para doutores e efetivando o emprego científico após o doutoramento. Através de um quadro diversificado de apoio ao emprego científico, garante-se a redução da precariedade dos vínculos na investigação científica, o rejuvenescimento institucional e a atratividade do território nacional para a ciência e a tecnologia. 
Esta é a segunda edição do CEEC Individual. Na sua primeira edição, em 2017, foram atribuídos 500 lugares para investigadores doutorados. Neste momento está a decorrer a análise da audiência prévia do concurso, estando já concluída a avaliação de mais de dois terços das alegações apresentadas. Os resultados finais de CEEC Individual 2017 serão divulgados antes do final do período de candidatura do CEEC Individual 2018. 

A FCT apoia ainda outros mecanismos de Emprego Científico, como o Concurso Estímulo ao Emprego Científico Institucional 2018, no âmbito do qual as instituições estão atualmente a abrir 400 concursos para contratos financiados pela FCT; a norma transitória do Decreto-Lei n.º 57/2016, alterado pela Lei nº 57/2017, no âmbito da qual serão financiados cerca de 2.000 contratos de trabalho; a última edição do concurso de projetos em todos os domínios científicos, no âmbito do qual são financiados 1.600 investigadores doutorados; e o processo de Avaliação 2017/2018 das Unidades de I&D, que incluirá a atribuição de 400 contratos de trabalho para investigadores. 

Texto de https://www.fct.pt/noticias