Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

GendER@UC

A Igualdade de Género na Produção de Conhecimento Científico  - o compromisso da UC

Diversidade nas equipas de investigação científica, processos de recrutamento, formação e comunicação inclusivos, e produção de conhecimento sensível ao género garantem uma investigação de maior qualidade e com maior impacto.

A investigação é afetada por contextos sociais e culturais específicos que moldam a maneira como os /as cientistas pensam e veem o mundo. O género é uma parte implícita desses contextos.  A forma como o conhecimento científico é produzido e traduzido para a sociedade não é, pois, alheia ao sistema estrutural que produz desigualdades de género e aloca papéis e posicionamentos hierárquicos distintos. A invisibilidade de género ou a (re) produção de estereótipos na investigação científica, não apenas limita os impactos da investigação (que poderão ser irrelevantes para metade da população) como comporta riscos  e potencia danos, ao fazer recomendações e contribuir para mudanças que não foram testadas de forma inclusiva.

A dimensão de género é um conceito dinâmico que pressupõe o questionamento das normas e estereótipos de género e a consideração das necessidades e papéis sociais de mulheres e homens em constante mudança. Integrar a perspetiva de género na investigação e inovação implica levar em consideração as características biológicas e sociais de mulheres e homens em todas as fases de investigação, desde a formulação de questões de investigação, até à recolha, análise e disseminação dos dados e desenvolvimento de conceitos e teorias. Implica também garantir a participação equilibrada de homens e mulheres no trabalho científico, assegurando uma cultura e condições de trabalho promotoras da igualdade. 

Dada a  premência da promoção da Igualdade de Género na Investigação científica, e o reforço das medidas para igualdade de género nos diversos programas de financiamento, nomeadamente no  programa-quadro Horizonte Europa, Gender-Equal Research ou GendER@UC visa reforçar a integração da perspetiva de género nos processos e conteúdos de investigação da UC.

A partir de uma perspetiva interseccional, pretende-se promover a igualdade de género na investigação conduzida na Universidade de Coimbra, quer em termos de gestão do processo e carreira de investigação, removendo barreiras e incentivando a participação equilibrada investigadoras e investigadores nas equipas, gestão de recursos, e tomada de decisões, quer em termos dos conteúdos do conhecimento produzido e disseminado na UC, promovendo um conhecimento mais inclusivo, representativo e socialmente relevante.

A igualdade de género no programa de financiamento Horizonte Europa

A representação das mulheres na ciência e a mudança do perfil de género das instituições de ensino superior e investigação têm ganho crescente destaque na agenda da União Europeia, sobretudo ao longo das duas últimas décadas. 

Nos últimos anos, a Comissão Europeia tem abordado a igualdade entre homens e mulheres na investigação científica essencialmente em dois contextos: no âmbito do Espaço Europeu da Investigação (EEI) e através do seu principal instrumento de financiamento – Programas-Quadro de Investigação. Atualmente, a igualdade entre homens e mulheres é uma das 6 prioridades do ERA Roadmap 2015-2020 e está presente no Horizonte 2020 a partir de uma dupla abordagem: enquanto questão transversal a todo programa e através do financiamento de iniciativas específicas de apoio à estratégia para a igualdade de género (em que se enquadra o SUPERA). Este enquadramento reforça a relevância do compromisso e a ação institucional para a igualdade de género no âmbito de um dos pilares mais relevantes de atuação da Universidade de Coimbra: a investigação científica. 

Para mais informações sobre GendER@UC: iii@uc.pt, research@uc.pt

Nota: Questões relativas à prevenção e combate ao assédio sexual no trabalho na Universidade de Coimbra são regulamentadas pelo “CÓDIGO DE BOA CONDUTA PARA A PREVENÇÃO E COMBATE AO ASSÉDIO NO TRABALHO NA UNIVERSIDADE DE COIMBRA” [em PT]. Como indicado no Código, qualquer pessoa abrangida por este Código que se considere alvo de assédio no trabalho dentro da UC, deve reportar a situação ao seu superior hierárquico imediato, ou ao superior hierárquico a seguir caso o assediador seja o superior hierárquico imediato, ou diretamente ao Reitor caso não haja outro superior direto.