Sobre a ADAI

ADAI | Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica Industrial

A Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica Industrial - ADAI - é uma instituição de direito privado, sem fins lucrativos, a sua sede social situa-se em Coimbra, no Laboratório de Aerodinâmica Industrial, sito na Rua Pedro Hispano n.º 12, 3030-289 Coimbra.

A ADAI é um Centro Tecnológico que está ligado ao Departamento de Engenharia Mecânica da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, e promove atividades de investigação, desenvolvimento, formação, monitorização para a indústria e prestação de serviços. Foi constituída em 9 de julho de 1990, tendo sido reconhecida como pessoa coletiva de utilidade pública em 14 de outubro de 1996. Enquanto Centro Tecnológico, a ADAI está inscrita no Mapeamento das infraestruturas tecnológicas da Zona Centro

A ADAI surgiu por iniciativa de um grupo de investigadores das áreas de mecânica dos fluidos, transmissão de calor e climatização e ambiente, do Departamento de Engenharia Mecânica (DEM) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), tendo por objetivo proporcionar um enquadramento formal à promoção da atividade de investigação e desenvolvimento experimental, em colaboração com diversas entidades públicas e privadas.

Constitui ainda objeto da ADAI o fomento da colaboração técnica e científica entre os seus membros e com os de outras entidades nacionais ou estrangeiras, na busca de respostas e soluções fundamentadas tecnicamente para problemas que se coloquem ao ambiente, à indústria e à sociedade, nomeadamente na defesa da sua sustentabilidade, segurança e bem-estar.

No âmbito das suas áreas de especialidade, a ADAI tem como objetivos principais:

  • A criação e fomento de infraestruturas científicas e tecnológicas para a área industrial, para a área de segurança, de proteção florestal e de combate a fogos, e para a área de segurança industrial;
  • A formação técnica, tecnológica e científica avançada junto dos recursos humanos das empresas;
  • A promoção e realização de investigação fundamental e aplicada que promova o aumento da competitividade empresarial através da eficiência energética e de segurança nas empresas industriais, nas empresas com atividade económica florestal, nas empresas de combate e prevenção de fogos e nas empresas de Equipamentos de Proteção Individual (EPI);
  • A prestação de serviços especializados e inovadores às empresas das áreas de atividade económica referidas.

Estes objetivos são realizados por meio de uma estrutura baseada em duas Áreas de Investigação e Desenvolvimento, que constituem o núcleo da atividade da ADAI. Estas áreas são independentes, em termos de gestão e de relacionamento externo, mas trabalham em estreita colaboração, partilhando recursos humanos e materiais:

a) Energia, Ambiente e Conforto: As atividades deste grupo de investigação organizam-se em quatro áreas principais: eficiência energética e qualidade do ar interior, ecologia industrial, mobilidade sustentável, e engenharia do vento e aerodinâmica industrial. Possui um laboratório acreditado com equipamento adequado e instalações experimentais atualizadas, adaptadas aos campos de investigação (como por exemplo: túneis de vento, câmaras climáticas e banco de ensaios de motores). Possui uma participação na liderança da iniciativa Energia para a Sustentabilidade (EfS) da Universidade de Coimbra, que tem permitido captar vários alunos de doutoramento e de mestrado. Os seus membros doutorados estão filiados no Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade de Coimbra, na Universidade do Algarve, e nos Institutos Politécnicos de Coimbra, de Leiria, de Castelo Branco e de Viseu.

b) Incêndios Florestais e Detónica: As atividades deste grupo estão centradas na promoção do conhecimento científico dos fenómenos relacionados com a ocorrência e propagação dos incêndios florestais, com vista ao suporte dos esforços comuns para a minimização dos impactos negativos dos mesmos. O grupo dedica-se à investigação aplicada no âmbito dos incêndios florestais e dos incêndios na interface urbano-florestal, nomeadamente nos aspetos físicos do fogo e na segurança pessoal no âmbito dos incêndios florestais. Na área de detónica, o grupo dedica-se ao estudo e desenvolvimento de explosivos e transmissão de choque em condensados, ao estudo de propergóis e geradores de gás, e ao estudo de aplicações preliminares ou de afinação de protótipos de aplicação de explosivos.

A identificação das competências essenciais existentes na ADAI resultou na criação de 4 Centros Temáticos, com equipas dedicadas e com reconhecimento externo:

  • CEIF - Centro de Estudos de Incêndios Florestais
  • CIE - Centro para a Ecologia Industrial
  • CSBE - Centro para a Sustentabilidade do Ambiente Construído
  • CED - Centro de Energia e Detónica

Maioritariamente, a ADAI desenvolve a sua atividade nas seguintes infraestruturas:

  • Laboratório de Aerodinâmica Industrial (LAI, 1986), localizado próximo ao Pólo II da Universidade de Coimbra, com 1500 m2 de área coberta e credenciado como Laboratório de Ensaios e Medições de acordo com a norma NP EN ISO/IEC 17025, com o certificado no L0177. O LAI possui infraestruturas e instrumentação específica para a realização de ensaios acreditados e investigação nas áreas de acústica, veículos, aerodinâmica, escoamento com transporte de partículas, ambientes térmicos, e sistemas de robótica móvel..
  • Laboratório de Estudos sobre Incêndios Florestais (LEIF, 1995), localizado no Aeródromo da Lousã, com 1241 m2 e 11 m de altura, o LEIF constitui a mais importante estrutura dedicada à investigação experimental dos incêndios florestais existente na Europa. É promovido pelo Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais (CEIF) da ADAI que, desde 1985, desenvolve investigação aplicada em vários temas relacionados com o comportamento do fogo e a segurança pessoal..
  • Laboratório de Energética e Detónica (LEDAP), criado em 1984 para proporcionar as condições experimentais para o ensaio e desenvolvimento de explosivos e propergóis, ao abrigo do Protocolo de Cooperação entre a SPEL e a Universidade de Coimbra, localiza-se em Condeixa, e destina-se ao estudo dos processos de detonação e combustão de materiais energéticos. Dispõe de uma infraestrutura constituída por um edifício principal, com gabinetes e sala de reuniões, salas para preparação de ensaios, salas equipadas com sistemas de aquisição de imagem, e uma câmara de explosões em aço, com 17 m3.

Desde 2006, a ADAI é uma das quatro instituições parceiras e de gestão do LAETA – Laboratório Associado de Energia, Transportes e Aeronáutica (LA nº 50022), classificado com Excelente pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia - FCT, I.P. no âmbito do Programa de Financiamento Plurianual das Unidades de I&D.

Redes de investigação e colaboração

A ADAI possui uma rede alargada de colaborações com a indústria e com centros de investigação de renome nacional e internacional, para além de possuir consultores científicos externos de nível mundial.

Os seus membros têm vindo a estabelecer uma rede de partes interessadas nas áreas de investigação e na exploração de boas práticas. A ADAI possui vínculos duradouros com instituições internacionais na Europa, América do Norte e África. Além disso, a ADAI tem vindo a unir forças com empresas por meio de Parcerias de Transferência de Conhecimento para fortalecer os laços entre a investigação e a prática.

Conheça as nossas redes de investigação e colaboração