Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

"Dicionário dos Antis: A Cultura Portuguesa em Negativo"

14 dezembro, 2018
dicionário dos antis
dicionário dos antis

No dia 19 de Dezembro de 2018, às 18.30h, haverá uma sessão pública de lançamento da obra "Dicionário dos Antis - A Cultura Portuguesa em Negativo", obra recém publicada dirigida pelo Professor José Eduardo Franco e que será apresentada por Fernando Catroga, José Pedro Paiva e Luísa Schmidt.

"Portugal Católico" e "Dicionário dos Antis" são um retrato vivo da cultura portuguesa, duas obras absolutamente centrais e imprescindíveis para compreender o passado e o futuro do nosso país.

SINOPSE
Esta é uma obra surpreendente e que pode surpreender os leitores pela dimensão e diversidade de olhares sobre o “lado negativo” da cultura portuguesa. Esta obra apresenta um olhar diferente, um olhar sobre o avesso da cultura portuguesa em articulação com os dinamismos construtivos e disruptivos das suas congéneres internacionais. Fomos habituados, na escola, a aprender fundamentalmente aquilo a que podemos chamar a cultura positiva, a visão afirmativa da história. Este dicionário, em contrapartida, propõe uma visão diametralmente oposta: uma viagem pelas correntes, as etnias, as religiões as instituições, as figuras a partir do olhar do adversário, de quem discordou, de quem atacou, de quem pensou o contrário. Este Dicionário pretende, com efeito, apresentar o resultado da investigação e da análise crítica das correntes e dos discursos centrados com base na perceção negativa dos outros (o judeu, o padre, o inglês, o muçulmano, o comunista, o maçon, o castelhano...) na história de Portugal, desde os primórdios da nossa cultura e civilização até aos nossos dias. Esta abordagem permitirá compreender em que medida tais discursos criaram estereótipos e demonizaram diferenças. Trata-se de analisar a história da cultura numa espécie de imagem em negativo, para empregar uma metáfora fotográfica. Este dicionário, com efeito, oferece-nos, entre outros contributos, um mapeamento de largo espectro, um repertório criticamente interpretado do poder os estereótipos e da sua capacidade de gerar culturas e mentalidades intolerantes, segregadoras, sectárias, exclusivas e excludentes. Neste momento, está já em estado avançado de preparação uma versão brasileiras desta obra sob o título Dicionário dos Antis: A Cultura Brasileira em Negativo. Outras universidades e investigadores de outros países com quem temos trabalhado em torno deste tema estão a gizar obras semelhantes para ampliar este campo de investigação das Culturas em Negativo como via fundamental para a compreensão e desconstrução dos mecanismos que geram culturas e mentalidades intolerantes e como via para criar uma cultura mais esclarecida e consolidadora de sociedades livres, plurais e maduramente democráticas. Merece, com efeito, nota especial o facto deste ser um projeto de perfil interdisciplinar desenvolvido primeiramente em Portugal que está a suscitar interesse internacional, estando a sua matriz a ser adaptada para o desenvolvimento de estudos da herança cultural anti de outros países.


Cartaz
Facebook
ENTRADA LIVRE       
Público-alvo: Público em geral   
Contactos: Maria Manuela Serra e Silva – ccvromulocarvalho@gmail.com / 239 410 699