Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

Autoras e leitoras - Cinco séculos de literatura química no feminino | Ciência às Seis (on-line)

6 de Abril - 18h
1 abril, 2021
Autoras e leitoras
© Rómulo CCVUC

Dia 6 de Abril às 18h, realiza-se via Plataforma Zoom, a palestra intitulada "Autoras e leitoras - Cinco séculos de literatura química no feminino" com João Paulo André, professor do Departamento de Química da Universidade do Minho.

Sessão inserida no ciclo "Ciência às Seis" online, iniciativa do RÓMULO - Centro Ciência Viva da Universidade de Coimbra, coordenado por Carlos Fiolhais e colaboração de António Piedade.

Destinada ao público em geral, a sessão é de participação livre e não necessita de inscrição. No fim da apresentação do orador, os participantes poderão colocar questões e fazer comentários.

Resumo da Palestra:

O primeiro livro de química de autoria feminina surgiu na segunda metade do século XVII, mas o envolvimento da mulher na criação e no consumo de literatura com ligações a este domínio científico é anterior. Numa viagem no tempo que vai de Caterina Sforza (1463-1509) a Mary Peters Fieser (1909-1997), será analisado nesta palestra um corpus constituído por obras (al)químicas - práticas, pedagógicas, profissionais e de divulgação – escritas por mulheres ou a elas (maioritariamente) dirigidas.

Biografia do Orador:

João Paulo André licenciou-se em química (ramo educacional) pela Universidade de Coimbra e doutorou-se em química pela Universidade de Basileia, Suíça, com uma tese sobre complexos metálicos para imagiologia médica. É Professor Auxiliar do Departamento de Química da Universidade do Minho.
Os seus actuais interesses académicos incluem a história da química e a divulgação científica. De entre as suas publicações (artigos científicos, artigos de divulgação e capítulos de livros) conta-se uma análise crítica da presença da química e da farmácia na obra de Eça de Queiroz (in “Dicionário de Eça de Queiroz”, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 2015) e o livro “Poções e Paixões – Química e Ópera” (Gradiva, Colecção Ciência Aberta, 2018).
O seu artigo “Opera and Poison: a Secret and Enjoyable Approach to Teaching and Learning Chemistry”, publicado no Journal of Chemical Education em 2013, foi o mais lido desse ano e esteve na origem de uma série de entrevistas concedidas a meios de comunicação internacionais, como The Scientist (EUA), The Boston Globe (EUA), Ciência Hoje (Brasil), e Chemiextra (Suíça).

Fotos no Facebook