Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização. Ao navegar aceita a política de cookies.
OK, ACEITO

UC e Covid-19

No âmbito do projeto SUPERA, a UC realizou um inquérito aos/às seus/suas docentes e investigadores/as sobre o impacto do confinamento no desempenho académico.

As principais conclusões do estudo realizado a partir da análise das respostas são:

  1. Mães académicas com menos outputs científicos durante o confinamento 
  2. Académicas reportam maior dificuldade de concentração no trabalho, são mais frequentemente interrompidas e trabalham mais em horários atípicos
  3. Os académicos (masculinos) concentraram-se mais na produção científica mais valorizada (artigos, livros e capítulos de livros) enquanto o investimento das mulheres é mais diversificado e frequentemente dirigido para a vertente pedagógica 
  4. Académicos/as com crianças pequenas e mulheres académicas reportam maiores dificuldades de conciliação trabalho-vida doméstica/familiar em resultado da acumulação/multiplicidade de tarefas e dificuldade em atendê-las 
  5. O impacto psicológico associado ao confinamento é particularmente perverso para as mulheres, que mais frequentemente reportam ansiedade, tristeza, preocupação com futuro profissional e perceção de ausência de controlo sobre a situação
  6. Pessoas mais jovens e com vínculos precários reportam maior stress e preocupação com futuro profissional e menos acesso a um espaço adequado para trabalhar durante a crise pandémica
  7. Inquiridos mais jovens têm menos outputs científicos mas mais capacidade de adaptação ao ensino a distância
  8. Reportada a importância determinante do suporte institucional para atenuar os efeitos negativos do confinamento nas condições de trabalho à distância e desempenho académico


Principais medidas apontadas para mitigação do impacto da pandemia:

  • Desburocratização dos serviços e simplificação dos procedimentos administrativos
  • Capacitação de docentes para o ensino a distância
  • Disponibilização de recursos de trabalho remoto
  • Adaptação dos tempos e critérios de avaliação do desempenho
  • Reforço dos mecanismos de comunicação e participação nas decisões
  

Conheça o estudo completo aqui :